Por Andrea Ladislau*

Sem dúvidas, 2022, como muitos outros, também foi um ano duro para quase todos nós. O que parecia estável desmoronou, o que parecia eterno acabou, o que parecia distante bateu à porta de repente. O que podemos fazer diante disso? Aprender.

Aprender sobre a imprevisibilidade, sobre a nossa força interna, nossa resiliência, sobre nossa habilidade de transformar o tombo em um passo da dança. É na crise que aprendemos com quem podemos contar. Quem está conosco. Aprendemos sobre erros que não devemos mais cometer e sobre acertos que devemos repetir.

Se olharmos para 2022 como uma grande aula em vez de um grande desastre (onde nos colocamos como vitimas 100% passivas) temos muito mais chances de não passar por tudo de novo.

Sei que é clichê dizer que o ano passou voando. Estamos sempre com essa sensação temporal. Mas, talvez você esteja refletindo sobre isso e pensando exatamente que, não tenha conseguido bater todas as metas ou cumprir todos os objetivos que tinha projetado para 2022.

No entanto, quero que olhe a sua volta e me diga: quantas coisas você conquistou nos últimos 365 dias? Pense bem e irá encontrar respostas positivas. Neste momento então, abrace suas vitórias!

Não utilize a régua de outros pra definir o que é vitória ou não. Você sabe dos seus desafios, conhece seus limites, então comemore suas conquistas, por menores que lhe pareçam.

Você, costuma celebrar suas conquistas? O sentimento de gratidão é libertador, é saudável e faz muito bem ao corpo e a mente.

Agradeça por 2022, o que foi bom, mas também o que foi ruim, porque nas situações ruins também crescemos. Entre em 2023 com bons propósitos, pensamentos e sentimentos. Se algum plano não deu certo em 2022, coloque-o como meta para o novo ano. Nada será como antes, mas tudo pode ser melhor!

Desejo que neste novo ciclo você descubra seus sonhos, transforme em metas, trace estratégias e alcance tudo que deseja. Desejo que se aproxime de você e consiga caminhar o seu próprio caminho. Desejo forças e sabedoria para mudar o que pode ser mudado, maturidade para aceitar o que não pode e gratidão para valorizar o que foi vivido.

Desejo que daqui a um ano você tenha ainda muitos mais motivos para comemorar e se orgulhar. Descubra e crie sua senha para o recomeço. Transforme hábitos e pensamentos para ter seu ano extraordinário.

Confira algumas dicas para iniciar o ano provocando algumas mudanças necessárias, sejam de hábitos ou pensamentos:

Dicas para começar um ano realmente novo

🧠 Use branco na alma. Não entre em disputas. Não chute cachorro morto. Entre um desaforo e uma resposta atravessada, escolha a paz.

🧠 Varra tudo! Mágoas, desgostos, rancores, amores não correspondidos. Varra! Aspire! Espane! Não deixe nem poeira. Entre limpo.

🧠 Quebrou? Jogue fora. Amores, trabalhos, relações de todo tipo, amizades… Quebrou? Rachou? Avalie se vale guardar. Investir em quem não merece é desperdício de energia. Ponha a fila para andar.

🧠 Trabalhe. Se esforce, estude, faça mais que o melhor possível. O melhor possível você já conseguiu até aqui.

🧠 Pule sua ondas: ondas de desaforos e prejuízos. Se não der para pular, desvie.

🧠 Coma, principalmente, a vida! Coma com gosto! Se lambuze! Aprecie e sinta o sabor da vida!

🧠 Pare de grudar no passado como chiclete em cabelo, passando anos esperando o que já se foi e vivendo atrelado ao que já está desfeito. Na superstição popular dizem que não se pode comer frango na virada do ano ou no primeiro dia, porque o pobre animal cisca para trás e isso traz atrasos. Ora, ora… já parou para pensar que você cisca para trás muito mais do que ele? Se liga, caminho é em frente!

🧠 Não deixe roupas viradas pelo avesso. Isso se você acreditar que avessos são ruins. Não são. Avessos são nosso lado mais verdadeiro. Nossa versão mais crua. Desvire, se não quiser ficar exposto por aí. Avessos devem ser mostrados a poucos. Apenas aos que merecem e são verdadeiros com você.

*Andrea Ladislau é pós-graduada em Administração Hospitalar e Psicanálise e doutora em Psicanálise Contemporânea. Possui especialização em Psicopedagogia e Inclusão Digital. É também graduada em Letras e Administração de Empresas, palestrante, membro da Academia Fluminense de Letras e escreve para diversos veículos. Na pandemia, criou no Whatsapp o grupo Reflexões Positivas, para apoio emocional de pessoas do Brasil inteiro.

Contatos: Instagram: @dra.andrealadislau / Telefone: (21) 96804-9353 (Whatsapp)

Andrea Ladislau colabora para a seção Palavra de Especialista toda quarta-feira. Dúvidas e sugestões para palavradeespecialista@vidaeacao.com.br.

Leia mais artigos de Andrea Ladislau

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!
Shares:

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *