Segredos da Rainha: ‘vista o seu melhor sorriso’, diz Egili de Oliveira

Rainha de bateria de Vigário Geral, Egili de Oliveira, de 40 anos, revela como cuida do corpão e ainda encontra tempo para projetos sociais

Egili de Oliveira, de 40 anos, reina absoluta à frente da bateria da Acadêmicos de Vigário Geral (Fotos: Divulgação)
Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!

Aos 40 anos, avó, uma filha eleita rainha do Carnaval de Jundiaí (SP) e um avô mestre-sala, a rainha da bateria da Acadêmicos de Vigário Geral, Egili de Oliveira, pisa na Avenida Marquês de Sapucaí nesta sexta-feira, 21 de abril, feriado de Tiradentes.  Sua escola participa do segundo dia dos desfiles pela Série Ouro, em busca de subir para o tão sonhado Grupo Especial. Egili é a nova entrevistada da série Segredos da Rainha, que ViDA & Ação está publicando neste Carnaval fora de época.

Embora diga viver, adorar e exalar samba, a professora de dança arranjou tempo e fôlego para tocar um projeto social com as meninas da comunidade Santa Marta, em Botafogo, na Zona Sul do Rio de Janeiro – suspenso, no momento, por falta de verba. E já tem planos de engatar outro – este, com as crianças da comunidade de Vigário Geral, subúrbio carioca.

Neste pingue-pongue exclusivo, Egili conta que, para manter a saúde, alimenta-se bem, dança muito e bebe bastante muita água. Também recomendou que as meninas “vistam o melhor sorriso” e segredou que rainha de bateria é capaz de ouvir  e responder “com os pés e com o corpo”. Para saber mais, só lendo a entrevista completa da rainha Egili, que tem o samba no DNA, nos pés e no jeito de amar  a vida do samba e o samba que a leva pela vida.

O Portal VIDA & AÇÃO está cobrindo o Carnaval no Sambódromo e criou a série Segredos de Rainha, para revelar o que algumas destas belíssimas cheias de ginga fazem para manter a forma e aguentar o ritmo puxadíssimo que o cargo exige, sem perder o rebolado na passarela. Confira!

SEGREDOS DA RAINHA – Egili de Oliveira

Quais são suas medidas atualmente?

Peso, 62 kg, altura, 1,68, busto 94, coxas 68 , cintura, 68, quadril 112.

Como estão os preparativos para o Carnaval 2022?  

Estão em todo vapor: fantasia pronta, condicionamento físico, ok. Samba no pé, super ok e o samba decoradíssimo na ponta da língua também ok.

Além da beleza e samba no pé, quais são os principais atributos que uma rainha de Carnaval deve ter? 

A Rainha precisa ter muita empatia com o público, expandir a nossa cultura, ter iniciativas sociais e sempre apoiar a classe sambista. 

Usa silicone nos seios (quantos ml?)? Já fez outros procedimentos estéticos (quais)? O que pensa a respeito? 

Acredito que a mulher tem total direito de fazer o que for preciso para que sua autoestima se eleve. O que não pode é exagerar porque no futuro consequências chegam. 

Já se submeteu a algum sacrifício acima do normal para ficar de bem com seu corpo ou atender ao que o posto de rainha exige?

Nunca fiz nenhum sacrifício. Eu entendo que o nosso corpo é um templo sagrado, não deve ser sacrificado.  Eu cuido da minha alimentação, amo fazer exercícios físicos, principalmente na areia e ao ar livre. Essa é a forma que me mantenho em perfeitas condições para o posto de rainha. 

Segue alguma dieta especial? É preciso se privar de muita coisa para manter o corpão de rainha? O que você mais gosta de comer e não pode? 

Vou confessar um coisa pra vocês: eu adoro comer e entendi que não preciso tirar a minha alimentação, mas preciso educá-la. É assim que eu faço. Mas, na verdade, eu como de tudo. Preciso estar bem alimentada porque são muitas alunas e muitos treinos. Então, preciso ter muita energia. 

Se pudesse, o que mudaria no seu corpo ou na sua aparência? 

Não faria nada, me sinto muito bem exatamente da forma que sou. 

O que não teria coragem de fazer de jeito nenhum em nome da beleza e da boa forma? (Vale dieta, procedimento estético etc). 

Lipo, silicone ou aplicação no bumbum, cirurgia facial, tirar costela… Acho essas opções surreais. 

Como é sua rotina de malhação e como é intensificada para o Carnaval? O que faz para ter medidas invejáveis? 

Acordo às cinco da manhã para  minha primeira aluna. A dança já serve para o meu cárdio. Depois só paro às nove, quando inicio o meu funcional na areia. Também vou à academia malhar, no período da tarde: treino cinco dias e descanso um.

Por quanto tempo seguido você já teve que sambar no salto alto e sem perder a linha? Como cuida dos pés antes e depois dos ensaios e desfiles? 

Já fiquei de salto por mais de oito horas  — e tenho provas (risos). Mas quando tirei o salto o meu pé inchou. Nunca mais fiz essa loucura.  Sempre acontece isso nas finais de samba. 

O que faz para manter a energia durante tantos ensaios e também no dia do desfile? Tem alguma ‘receita energética’ de estimação? E para se recompor no dia seguinte?

Todo mundo me pergunta de onde vem a minha energia. Mas sinto muito em  informar que não tem segredo e nem fórmulas. Hahaha, eu sou assim, elétrica. Mas eu me alimento muito bem e bebo muita água.

Explique em poucas palavras sua paixão pelo samba, pela escola e pela Sapucaí? E qual a sua expectativa para esse desfile? Por que sua escola deve ser campeã? 

É um amor incondicional que só tem quem respira o samba. Eu exalo samba, eu vivo o samba, eu trabalho com o samba. Eu ajudo pessoas a se curar através da terapia corporal do samba, levo a minha cultura com muito amor e carinho para fora do Brasil, assim expandindo e divulgando o que mais preciso temos, que é o samba. 

Você mantém ou incentiva projetos sociais relacionados ao samba, juventude ou outros? Pode falar mais a respeito dessas ou outras ações?  

Eu tenho um projeto social que é com as meninas do Morro Santa Marta. Mas está parado devido a esse período um pouco triste que passamos e também pela situação de não ter um financiamento ou um apoio ao projeto, mas meus futuros  projetos serão para a comunidade de Vigário Geral. As crianças são tão interessadas no samba que fica impossível não pensar em um projeto para elas.  

O que acha da polêmica entre rainhas da comunidade x rainhas celebridades?

A polêmica existe porque quem tem o poder de direcionar os postos são os presidentes das escolas de samba. A polêmica surge por aí. Quando muitas meninas da comunidade esperam uma oportunidade de realizar seus sonhos sendo rainhas de bateria, mas não têm oportunidade, por tudo que envolve e que gera ao cargo de rainha de bateria. Hoje também muitas escolas têm dívidas que precisam ser sanadas e o posto acaba sendo as suas ‘galinhas de ovos de ouro’, quando as celebridades não pagam, trazem mídias, visibilidade e, assim, chegam os patrocinadores.

É importante lembrar ainda que a mulher preta e sambista sempre teve um papel importante em suas comunidades. Portanto, precisam ser valorizadas, precisam de mais oportunidade:  dar às pretas o que é das pretas e o domínio do corpo ao som dos instrumentos. É sobre isso que é ser rainha de  bateria. É ouvir a bateria e responder com os pés e o corpo.

Pode deixar algumas dicas de beleza e bem-estar para as leitoras e seguidoras do ViDA & Ação – especialmente para as foliãs que querem ficar ‘com tudo em cima’ para aproveitar o Carnaval, depois de tanto tempo de isolamento/distanciamento social? 

Meninas, a dica da Queen Egili é beber no mínimo 4 litros de água por dia, se alimentar muito bem evitando, claro, comidas gordurosas e pão. Sabemos que isso não facilita nossa saúde. Comam muitas frutas, vistam o seu melhor sorriso e bora brincar o Carnaval. 

Leia mais

Carisma, humildade e amor pela escola, os segredos da rainha de Cubango
Carnaval Saudável: 7 postos médicos atenderão foliões na Sapucaí
9 mitos e verdades sobre o preenchimento labial
Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!

You may like

In the news
Leia Mais
× Fale com o ViDA!