Gripe: 75 milhões de brasileiros deverão ser vacinados

Começa em todo o país a vacinação contra a gripe. Saiba quem pode se vacinar e por que o imunizante é importante

Ministério da Saúde antecipa vacinação contra a gripe em 2024 (Marcelo Camargo / Agência Brasil)
Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!

Começou oficialmente nesta segunda-feira (25) a campanha de vacinação contra a gripe. A entrega das doses, no entanto, já havia sido antecipada pelo Ministério da Saúde aos estados para as regiões Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul e alguns municípios iniciaram a vacinação já na semana passada – foi o caso da cidade do Rio de Janeiro.

A estratégia buscou proteger os brasileiros e as brasileiras antes do aumento da circulação de vírus respiratórios no país, de forma que, tão logo cada município receba os imunizantes, possa iniciar imediatamente a aplicação das doses.

“A partir de agora, a expectativa é imunizar 75 milhões de pessoas por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), como idosos, gestantes, puérperas, trabalhadores da saúde, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, professores da rede pública de ensino, entre outros públicos prioritários”, destaca a ministra da Saúde, Nísia Trindade. 

Em 2024, a vacinação contra a influenza acontecerá no primeiro semestre do ano nas regiões Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul, enquanto no Norte será no segundo semestre. A mudança inédita na estratégia, desde 2023, busca atender às particularidades climáticas da região, que inicia no período do Inverno Amazônico, quando há maior circulação viral e de transmissão da gripe.

A estratégia de microplanejamento, realizada pela pasta em conjunto com estados e municípios, visa fortalecer e ampliar o acesso à vacinação, respeitando as diversidades regionais, como uma ferramenta de planejamento de uso contínuo para que os municípios se organizem considerando a realidade local e direcionando esforços para o alcance da cobertura vacina.

Leia mais

Com dengue e Covid-19 em queda, RJ começa a vacinar contra gripe
Com dengue em queda, Rio agora foca no combate à gripe
Vacina da gripe chega mais cedo: veja quem poderá ser vacinado
Fiocruz: infecções por Covid-19 e gripe aumentam em todo o país

 

Neste ano, a composição da vacina é destinada a proteger contra a Influenza A (H1N1), Influenza A (H3N2) e Influenza B. 

Podem se vacinar:

  • Crianças de 6 meses a menores de 6 anos;
  • Crianças indígenas de 6 meses a menores de 9 anos;
  • Trabalhadores da Saúde;
  • Gestantes;
  • Puérperas;
  • Professores dos ensinos básico e superior;
  • Povos indígenas;
  • Idosos com 60 anos ou mais;
  • Pessoas em situação de rua;
  • Profissionais das forças de segurança e de salvamento;
  • Profissionais das Forças Armadas;
  • Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais (independentemente da idade);
  • Pessoas com deficiência permanente;
  • Caminhoneiros;
  • Trabalhadores do transporte rodoviário coletivo (urbano e de longo curso);
  • Trabalhadores portuários
  • Funcionários do sistema de privação de liberdade;
  • População privada de liberdade, além de adolescentes e jovens sob medidas socioeducativas (entre 12 e 21 anos)

Crianças que vão receber o imunizante pela primeira vez deverão tomar duas doses, com um intervalo de 30 dias. 

Por que devo me vacinar?

vacinação contra a gripe é a melhor forma para garantir proteção contra a doença. O imunizante age para estimular a produção de anticorpos contra o vírus da Influenza. Quem tomou o imunizante em 2023 ou nos anos anteriores também deve receber a vacina atualizada. As vacinas são comprovadamente eficazes e protegem contra as cepas atualizadas, de acordo com determinação da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Saiba mais sobre o Movimento Nacional pela Vacinação

Fonte: Ministério da Saúde

Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!

You may like

In the news
Leia Mais
× Fale com o ViDA!