Conheça as 5 linguagens do amor para escolher o presente certo

Presentes, palavras de afirmação, toque físico, atos de serviço e tempo de qualidade: entenda as 5 linguagens do amor para surpreender dia 12

Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!

O Dia dos Namorados é celebrado no dia 12 de junho no Brasil, véspera do Dia de Santo Antônio, o santo casamenteiro, e representa uma data muito aguardada pelos românticos e apaixonados. É o momento em que o amor e a paixão invadem o coração de todos aqueles que estão em um relacionamento amoroso.

Segundo Ana Flavia da Costa Parenti, coordenadora da clínica-escola do curso de Psicologia da Unicid (Universidade Cidade de São Paulo), instituição  do Grupo Cruzeiro do Sul Educacional, as cinco linguagens representam as formas pelas quais as pessoas expressam e recebem amor de maneiras diferentes, sendo elas: palavras de afirmação, tempo de qualidade, toque físico, atos de serviço e presentes.

“Cada um possui uma linguagem do amor principal (ou até duas), que simboliza a demonstração de afeto, mas ela não é a única, e sim a preponderante. Ao utilizar sua linguagem do amor, a pessoa possui maior facilidade em se expressar emocionalmente e, ao recebê-la, se sente mais amada”, destaca.

No Dia dos Namorados, é comum os casais se presentearem e é aí que muitos encontram dificuldades por não entenderem as cinco linguagens do amor. Para o especialista em relacionamentos Ítalo Ventura, conhecê-las pode ajudar na hora de escolher o presente perfeito para seu parceiro (a). Afinal, quais são, como identificar e trabalhar estas 5 linguagens do amor? A psicóloga explica:

1. Palavras de afirmação

As palavras de afirmação estão diretamente relacionadas ao uso de discursos e frases que expressem o amor, como elogios, apoio moral, reconhecimento e encorajamento. Este simples ato possui um poder muito grande, pois estas afirmações e declarações manifestam externamente o sentimento. Alguns exemplos são: “você é incrível”, “eu te amo”, “obrigada por tudo”, “estou orgulhoso de você”, ou qualquer outra expressão que demonstre afeto, admiração, respeito, gratidão e amor.

2. Tempo de qualidade

O tempo de qualidade está relacionado à dedicação de atenção ao parceiro. Envolve estar presente emocionalmente e fisicamente, compartilhar momentos importantes, ouvir atentamente o outro e realizar atividades em conjunto. Alguns exemplos são: preparar uma refeição juntos, planejar uma viagem, assistir a filmes e séries, ter uma conversa significativa, ir ao shopping passear, fazer compras etc.

3. Presentes

Os presentes envolvem tanto o valor financeiro do regalo, como o valor afetivo e a intenção do ato. De todas as linguagens, esta é a mais palpável e tangível. Ou seja, desta forma, pode ser a mais fácil de ser identificada, mas não é por isso que a torna mais comum que as demais formas de expressão.

4. Atos de serviço

Os atos de serviço se referem à realização de ações práticas visando o bem-estar, prazer e agrado do outro. Além disso, envolve beneficiar o parceiro com tarefas do dia a dia como fazer uma comida especial, preparar o café, arrumar a casa, auxiliar com problemas de ordem pessoal etc.

5. Toque físico

O toque físico se relaciona ao contato corporal do casal, como abraços, beijos, carinho e relações sexuais. Esta linguagem do amor aumenta a sensação de bem-estar emocional e ainda fortalece o vínculo, intimidade e conexão entre os parceiros.

Linguagens do amor podem ajudar a definir o melhor ‘presente’

Apesar de ressaltar a máxima “trate o outro como você gostaria de ser tratado”, o especialista em relacionamentos Ítalo Ventura afirma que, na hora de efetuar a compra do presente, nem sempre esse é o melhor caminho. E conhecer as cinco linguagens do amor pode ajudar.

“A maioria das pessoas ama o outro da forma que gostaria de ser amada e isso pode ser um problema para o casal que possui linguagens diferentes de amor”, diz ele. Ítalo exemplifica:

“Então, quando aquele cara dá presentes, ele tá falando sobre a linguagem do amor dele, sendo que a linguagem do amor dela é tempo de qualidade e toque físico. Só que ela ama ele como ela gostaria de ser amada e ele ama ela como ele gostaria de ser amado, tá aí o grande problema, a gente tem que amar o outro como o outro gostaria de ser amado.

Então, às vezes, esse cara comprou um carro, enquanto ela preferiria mil vezes passar um final de semana com ele numa cabana, numa pousada, na estrada. Ela carece de tempo de qualidade, aí ela se sente amada, ao invés desse cara ficar ligando, mandando recadinho, que são atos, palavras de afirmação, mas ela preferiria receber uma mensagem nos pés, com tempo de qualidade, e toque físico”.

Para quem prefere o tempo de qualidade, Ítalo sugere uma noite em um hotel ou alguma viagem para uma pousada à dois, ou até mesmo aprender uma massagem para dar um momento de spa para seu marido ou esposa.

Já atos de serviço podem envolver um jantar refinado feito por você, com detalhes românticos como pétalas de rosas e velas, e, para palavras de afirmação, espalhar bilhetinhos pela casa, mandar mensagens ou até mesmo escrever uma carta à mão.

Para quem prefere presentes, o especialista dá a dica: “Aposte em algo que conecte com a infância da pessoa. Isso é um presente certeiro, pois você vai despertar emoções incríveis”.

Como descobrir a linguagem do amor do seu companheiro/a?

Ana Flavia da Costa Parenti explica que pode ser difícil, em um primeiro momento, identificar sua própria linguagem do amor e a de seu companheiro, pois tendemos sempre a valorizar aquela que mais nos representa. Porém, nem sempre a nossa linguagem é a mesma do parceiro. Dessa maneira, é importante entender que cada pessoa possui sua própria maneira de manifestar afeto e tentar identificar e valorizar a linguagem do outro.

“Ao conseguirmos reconhecer a nossa própria linguagem e a do outro, torna-se mais fácil a comunicação e o entendimento, porém, apenas reconhecê-las não é garantia de bons relacionamentos. Um bom diálogo e o respeito ainda são a base sólida para uma convivência saudável e boa para ambas as partes. É preciso sempre estar em sintonia sobre as expectativas de cada um e, para isso, a comunicação é a chave”, complementa a especialista.

Por fim, a especialista aconselha os amantes que ensejam um futuro promissor com seu companheiro: “As linguagens do amor servem como um guia para facilitar a comunicação entre o casal, mas um relacionamento saudável envolve respeito, amizade, lealdade, admiração, companheirismo, apoio emocional, amadurecimento constante e muito diálogo!”.

Perguntas que podem ajudar a definir

Para descobrir ao certo qual a linguagem do amor do seu companheiro (a), Ítalo sugere algumas perguntas. “Ele gosta de encostar em você e te abraçar? Ele gosta de presente? Ou de viajar com você?”. A partir de uma comunicação sincera e direta, é possível descobrir a linguagem do amor, e, então, decidir o presente perfeito.

Segundo o especialista em relacionamentos, geralmente, todos possuem duas linguagens do amor, uma primária e outra secundária. Identificar as duas principais e juntá-las é a fórmula para acertar em cheio:

“Seu namorado vai se sentir amado ainda, porque você ama ele como ele gostaria de ser amado, não como você gostaria de ser amado.  Essa é uma grande oportunidade também de você reconhecer a sua linguagem do amor e comunicar pro seu parceiro, namorado, marido, para que ele também acerte”, finaliza Ítalo Ventura.

Especialista em ajudar mulheres a encontrar o ‘cara ideal’

Desde 2016, Ítalo se dedica a ensinar as pessoas, em especial as mulheres, a desvendarem os segredos dos relacionamentos e a encontrar o par perfeito. “Gosto muito de ressaltar que relacionamento é uma grande dor e um grande desejo do ser humano, mas que não fomos ensinados a nos relacionar. Temos relacionamentos fantasiosos como referência, baseados em filmes e novelas,  ou o dos nossos pais, que nem sempre são uma boa referência”, afirma Ítalo.

Seu foco é ajudar as mulheres a se sentirem mais seguras e confiantes para se relacionarem melhor. Além disso, busca desvendar para elas a linguagem  e artimanhas masculinas dos cafajestes, para que possam escapar deste tipo. Ele brinca que “quebra o Código dos Homens” e revela todos os truques masculinos que eles usam para ludibriar as parceiras.

Ítalo já tem mais de 20 mil alunas em 36 países, totalizando mais de 2 mil horas de mentorias. Atualmente cursa Bacharelado na FCU – Florida Christian University, no curso de “Arts Of Couseling“ (Arte de Aconselhamento). Ainda tem formações como coach e desenvolvimento pessoal. Ele reúne nada menos do que 1,1 milhão de seguidores no Instagram e 2 milhões de inscritos no Youtube.

Com Assessorias

Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!

You may like

In the news
Leia Mais
× Fale com o ViDA!