MITOS E VERDADES

Bumbum sarado no verão, sem sofrer na academia?

BumBum

Com a proximidade do verão, aumenta a procura nas academias, clínicas de estética e consultórios de cirurgiões plásticos de todo o país por procedimentos que ajudem a dar aquela melhorada no visual. E o bumbum é uma das partes do corpo mais visadas nesta época do ano. Brasileiras, americanas, europeias, asiáticas… Independentemente da nacionalidade, muitas mulheres que estão insatisfeitas com seus bumbuns recorrem ao implante de silicone para turbinar a região. Elas querem um bumbum redondo e empinado, porém natural.

Cada vez mais realizada em todo mundo, a técnica chamada de gluteoplastia ganha adeptas e se aperfeiçoa a cada ano atendendo às exigências deste mercado que busca por um resultado cada vez mais natural. Segundo o cirurgião plástico Marcelo Olivan, o rótulo popozuda saiu de moda e o que o que interessa agora é um bumbum bonito, mas sem exageros.

De acordo com a brasileira Silimed, maior fabricante de implantes de silicone da América Latina e terceira maior do mundo, os estados que mais compraram glúteo neste ano foram São Paulo, Rio de Janeiro e Goiânia. O tamanho mais desejado pelas brasileiras é o de 350 ml, seguido do de 300 ml e o terceiro colocado é o de 400 ml. Muitas dúvidas rondam a cabeça das interessadas em utilizar implantes de silicone por pura falta de informação ou por mitos e “lendas” criadas em relação ao procedimento.

Já quem não quer encarar a mesa de cirurgia para ficar mais bonita no biquíni pode recorrer ao pump-glúteos. “O pump é um tratamento para dar aquela ‘empinada’ no bumbum. Ele é feito através de ventosas,que realizam movimentos de sucção e compressão na musculatura e na gordura dos glúteos. É um tratamento contínuo, de no mínimo, oito sessões, para que os resultados sejam duradouros. É também o melhor tratamento indicado para eliminação de celulite dessa área”, afirma Nathalie Moreno, esteticista do Espaço Lótus, localizado na Barra da Tijuca.

bumbum2

O cirurgião plástico Marcelo Olivan listou os principais mitos e verdades sobre gluteoplastia ou cirurgia de aumento de bumbum:

Falso – Toda colocação de implante de silicone no bumbum fica artificial e é facilmente percebida.

Antigamente os implantes eram colocados sobre os músculos e ficavam visíveis, mas hoje em dia são colocados no meio dos músculos. Com uma cobertura espessa, fica muito difícil sua visualização.

Verdade – Os implantes de silicone nos glúteos aumentam a região dos quadris.

Os implantes projetam o glúteo ao aumentar o seu volume. Não aumentam a largura do quadril, mas aumentam o seu volume total.

Falso – O modelo de implante redondo deixa o bumbum arrebitado e o modelo oval deixa o bumbum achatado.

O modelo do implante está relacionado ao tipo de quadril. Quadril longo fica mais bonito com implantes de base oval, quadril quadrado com implantes redondos.

Falso – Após a gluteoplastia a paciente não poderá sentar por um mês.

A paciente irá sentar no primeiro dia após a cirurgia por pouco tempo. Esse tempo será ampliado dia a dia.

Verdade – A cicatriz para colocação de implante de silicone nos glúteos fica escondida.

A cicatriz fica no sulco interglúteo, no meio das duas nádegas. Portanto é coberto tanto pela calcinha como pelos biquines de todos os tamanhos.

Falso – A cirurgia para aumentar os glúteos com enxerto de gordura dura em média 6 meses pelo fato do organismo absorver a gordura.

Após a cirurgia a região está edemaciada, portanto uma redução de volume é sempre esperada. Além disso, uma parte da gordura também será reabsorvida, mas não 100%.

Verdade – Quem tem bumbum de silicone nunca poderá aplicar injeção na região.

O implante está no interior do músculo e em caso se injeção teremos uma ruptura do implante pela agulha.

Falso – Quem tem implantes nos glúteos não pode fazer musculação.

Pelo contrário. Após 60 dias os exercícios são recomendados para manter os músculos da região firme e grossos.

Verdade – A cirurgia para colocação de implantes de silicone exige cuidados extras para evitar infecções.

São prescritos antibióticos de forma terapêutica e cuidados extras de limpeza são recomendados.

Verdade – Os implantes de glúteos são mais resistentes e duros que os implantes de mama.

A região glútea é mais firme que a região mamária, portanto os implantes são compostos por gel mais duro. Além disso, devem suportar uma carga e compressões da musculatura.


Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!
Shares:

Related Posts

1 Comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *