Um não-manual de vida saudável e feliz

Jornalista e apresentador do programa “Bem estar”, da TV Globo, Fernando Rocha não impõe regras ou dá dicas de dietas da moda, muito menos tenta doutrinar seu leitor

Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!

Essa batalha contra hábitos antigos, contra esse lugar da comida no coração, no afeto e também no desamparo, na solidão, tem várias abordagens. Comida é esse tanto de sentimento que, muitas vezes, não tem ligação com dinheiro”, escreve Fernando Rocha em seu primeiro livro, “Na medida do possível”. 

Para o jornalista e apresentador do programa “Bem estar”, da TV Globo, a obra é um verdadeiro  “não manual para uma vida saudável e feliz”. Ao longo das 150 páginas da obra, Rocha não impõe regras ou dá dicas de dietas da moda, muito menos tenta doutrinar seu leitor.

Com muito bom humor, linguagem coloquial e uma prosa que cria empatia imediata com quem está lendo, o mineiro fã da costelinha frita da mãe, de pão de queijo e de cerveja de garrafa, abre o jogo em uma conversa franca sobre o esforço para emagrecer, a depressão, e suas experiências na Dança dos Famosos e na corrida São Silvestre.

No texto, Fernando contempla o esforço para emagrecer 20 quilos no projeto apelidado de “Afina, Rocha”; narra a experiência no palco da “Dança dos Famosos”, quadro popular do “Domingão do Faustão”; e conta ainda sobre a preparação para correr a São Silvestre – ele já cruzou a linha de chegada cinco vezes.

Quis mostrar três desafios que são comuns às pessoas, de uma forma geral: emagrecer, correr e dançar. As pessoas não dançam por vergonha, não correm por falta de iniciativa e não fazem atividades físicas por preguiça”, diz Fernando em entrevista ao Blog da Record.

Depressão atrasou o desafio

O apresentador fala ainda sobre um episódio de depressão que acabou atrasando um desses desafios – e é uma condição da qual ele se trata até hoje. Um relato sincero, ao mesmo tempo leve e divertido, que cativa até o leitor mais desajeitado, ou descompassado, a querer entrar no ritmo. E que mostra que o importante é estar bem, mesmo sem se adequar às medidas das passarelas.

“Tem muito de mim no livro, eu espero que o público que gosta do ‘Bem estar’, de me ver dançando e das minhas histórias, possa me conhecer um pouco mais e ver como eu engrenei os desafios por um outro viés, um lado que nem sempre foi mostrado, e como de fato foi difícil e verdadeiro tudo o que passei”, define o autor. Ele lança o título pela Best Seller no dia 19 de outubro, no Rio de Janeiro, na Livraria da Travessa do Shopping Leblon, a partir das 19h.

Será que é isso mesmo? Se fosse assim, todo mundo que tivesse condições de pagar um nutricionista seria magro. Quanto mais dinheiro, mais magro. Quanto mais rico, mais magro. Não é assim.

SOBRE O AUTOR

Fernando Rocha nasceu em Belo Horizonte. Formou-se em teatro em 1983 e, não por acaso, é conhecido pelo jeito espontâneo e bem-humorado de se comunicar. Começou no jornalismo apresentando o programa “Voo livre”, da TV Minas, e logo depois foi chamado para compor a equipe de jornalismo esportivo da Globo Minas. Suas matérias emplacaram em programas como Jornal Nacional, Esporte Espetacular e Globo Esporte e, em 2009, para participar do projeto do “Bem estar”, no ar desde então.

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!

You may like

In the news
Leia Mais
× Fale com o ViDA!