Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!

Na contagem regressiva para o Carnaval, quando os atendimentos nas emergências são maiores devido ao aumento do número de acidentes nas estradas e também nos desfiles das escolas e de blocos de rua, é hora de apelar para a solidariedade para manter os estoques de sangue dos hemocentros em níveis seguros para abastecer hospitais e clínicas. Algumas instituições no Rio de Janeiro – como Inca, Hemorio e GSH – entraram no ritmo de samba para animar os foliões doadores a comparecem para este ato tão especial e necessário. Confira o nosso roteiro e participe:

Banco de Sangue do Inca traz Carlinhos de Jesus e Ana Botafogo

O Instituto Nacional de Câncer (Inca) inicia, nesta segunda-feira, 5, a 18ª edição do Bloco da Solidariedade, para cumprir a meta de aumentar em 45% o estoque de sangue e de plaquetas no serviço de Hemoterapia do Instituto. A campanha, iniciada em 2006, e que tem como padrinho e madrinha o dançarino Carlinhos de Jesus e a bailarina Ana Botafogo, atinge positivamente o número de bolsas coletadas, essenciais para garantir o prosseguimento de tratamentos oncológicos.

A meta é alcançar 70 bolsas por dia durante a semana que antecede a folia. A campanha começa nesta segunda-feira, 5, às 11h, com a presença de Carlinhos de Jesus e Ana Botafogo e vai até sábado, dia 10. Em 2023, foram 197 doações de sangue e 34 de plaquetas. No ano anterior, o banco de sangue contou com a colaboração de 188 doadores de sangue e 31 de plaquetas, destacando a constância do engajamento solidário ao longo do tempo.

“Junte-se a nós no Bloco da Solidariedade. Cada doação é um passo firme para salvar vidas no Inca. Vamos brilhar no Carnaval da Doação!”, convida Ana Botafogo. “Tomem essa atitude e abram alas para o Bloco da Solidariedade. Cada gota faz a diferença para os pacientes. Doem sangue ou plaquetas”, reforça Carlinhos de Jesus.

Chefe do Serviço de Hemoterapia, Iara Motta, disse que houve uma queda no número de doações, desde antes da pandemia, que se acentuou e ainda não retornou ao nível anterior. “Precisamos reiterar os pedidos nesse período para manter a regularidade do suporte transfusional aos pacientes”, reforça.

O Banco de Sangue do Inca está localizado na Praça Cruz Vermelha, 23, 2º andar, Centro do Rio de Janeiro. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 14h30, para a doação de sangue e plaquetas. Aos sábados, o banco abre apenas para doação de plaquetas, com hora marcada às 8h, 9h30 e 11h. No caso de doações de plaquetas, o agendamento prévio por telefone (21) 3207-1064) é obrigatório. Saiba mais em gov.br/inca

Imperatriz Leopoldinense leva sua bateria ao Hemorio

O salão do Hemorio – principal banco de sangue do Rio de Janeiro – tem se transformado na Marques de Sapucaí, recebendo grandes escolas do Grupo Especial, em apoio à campanha “Samba no Pé, Saúde na Cabeça”. Depois da Estação Primeira de Mangueira e da Beija-Flor de Nilópolis, a Imperatriz Leopoldinense, de Ramos, fecha com chave de ouro a campanha organizada pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-RJ), com apresentação na segunda-feira (5), às 10h.

O objetivo é reforçar os estoques do Hemorio no Carnaval, período marcado pela temporada de viagens e mais movimento nas estradas, consequentemente a procura pela doação é reduzida e os acidentes podem aumentar. O Hemorio fornece hemoderivados para mais de 200 hospitais da rede pública do Rio de Janeiro, principalmente para emergências.

A campanha foi aberta no dia 30 de janeiro, com a apresentação do bloco Fina Batuca, no Salão do Doador.  Na última sexta-feira (2) foi a vez da Beija-Flor, de Nilópolis, que levou os componentes da “Soberana”, nome da bateria da escola, para o hemocentro para sensibilizar a população sobre a importância de fazer doações de sangue, principalmente nos períodos de férias e de festividades.

Os 15 componentes da “Soberana” fizeram um esquenta na entrada da unidade e receberam o carinho dos doadores e funcionários. Para o diretor de bateria da Beija-Flor, Thiago Sennas, os sambistas do Rio abraçaram a campanha.

“É importante entender que doar sangue significa salvar vidas. A Beija-Flor e todas agremiações coirmãs apoiam a iniciativa. Estamos aqui para levar alegria e impulsionar a campanha”, comentou o diretor de bateria da Beija-Flor, que levou ritmistas e passistas aos Salão do Doador para uma exibição especial, levando alegria e descontração.

Karina de Oliveira Martins, de 44 anos, moradora de Vila Isabel, disse que adquiriu o hábito de doar graças ao seu pai. Segundo ela, a sensação de saber que pode salvar vidas é o seu maior estímulo.

“Faço doação desde os 20 anos de idade. O meu pai é meu espelho e espero passar isso para minha filha. Hoje, doamos e ajudamos. Amanhã, podemos ser a beneficiados”, disse Karina.

A superintendente de Transfusão do Salão do Doador, Dnair Muniz, ressaltou a importância da campanha para a manutenção dos estoques diários de 250 bolsas de sangue, usadas em cirurgias e outros procedimentos. Devido aos festejos, as captações caíram para 190 unidades por dia.

“O Hemorio faz a campanha com a finalidade manter seus estoques de sangue e componentes sanguíneos em níveis adequados para atender às demandas hospitalares durante esse período, como acidentes e cirurgias. É um ato de amor que salva vidas e deve ser incentivado”, frisou Dnair Muniz.

Ação em hospital da Zona Oeste

O Hospital Municipal Rocha Faria, em Campo Grande, realiza na segunda-feira (5/2), das 10h às 15h, campanha de doação de sangue no Espaço Cegonha, no primeiro andar da unidade, que funciona na Av. Cesário de Melo, nº 3215. Veja no fim do texto os requisitos para doação.

‘Folia do bem pela vida’: banco de sangue Serum abre no Carnaval

O bloco “Bora Doá” entra em ação neste Carnaval e convida foliões a doarem sangue no Rio. Em uma campanha recheada de humor que circula nas redes sociais, o GSH Banco de Sangue Serum anuncia que estará aberto durante o período de Carnaval em seu horário normal. Veiculando em seus canais digitais a mensagem “No Carnaval, levante as mãos para curtir e estenda o braço para salvar vidas”, a instituição espera engajar mais doadores nesta “folia do bem pela vida”.

Segundo a instituição, as doações de sangue tendem a cair ainda mais neste período, em decorrência do feriado prolongado e dos recessos no trabalho, em que muitas pessoas viajam. Atualmente, os estoques sanguíneos enfrentam um déficit de 80%, um estado considerado de risco para os atendimentos às demandas dos hospitais.

“A campanha vem em um momento em que as doações caem, com a chegada do Carnaval, pois é um feriado longo, em que as pessoas viajam e se esquecem de doar sangue. Neste caso, a dica é doar sangue antes de viajar. Para aqueles que ficam na cidade, pedimos que reservem um tempinho para fazer a sua doação. O procedimento é rápido, não dói, e ainda sobra tempo para cair na folia com uma gratificante sensação de bem-estar, por ter contribuído para salvar até quatro vidas”, afirma Mario Sampaio, profissional da captação de doadores do GSH Banco de Sangue Serum.

A unidade Barra, localizada no Barra Shopping, funciona das 7h às 18h, inclusive no domingo e na terça-feira, dia 13 de fevereiro. Já na unidade do Centro, Av. Marechal Floriano, 99, o funcionamento será parcial, sendo das 7h às 18h, nos dias 10, 11 e 14; das 7h às 12h, no dia 12 e, no dia 13, estará fechada. No posto de coleta de Nova Iguaçu, o atendimento será de segunda a sábado, das 7h30 às 18h, na Av. Henrique Duque Estrada Meyer, Posse (Hospital Geral de Nova Iguaçu).

Para doar, basta comparecer à unidade, ou agendar previamente, observando os requisitos abaixo. Para facilitar o acesso, a unidade disponibiliza transporte gratuito para grupos de doadores, que deve ser acionado pelos telefones: Centro (21) 3233-5950; Barra – (21) 3030-6761 / 6762.

Ação em shopping da Ilha

Nos dias 8 e 9 de fevereiro, das 10h às 18h, o Shopping Ilha Plaza e o GSH Banco de Sangue Serum estarão juntos novamente para uma nova edição da Campanha de Mobilização de Doação de Sangue nas instalações do centro comercial, no Shopping Ilha Plaza, ao lado do terraço, na Av. Maestro Paulo e Silva, 400 – Freguesia (Ilha do Governador), Rio de Janeiro.

A iniciativa pretende facilitar o acesso a um posto de coleta aos frequentadores do shopping e aos moradores da região, para que eles possam doar sangue sem terem que se deslocar até as unidades do Banco de Sangue Serum, que ficam no Centro do Rio, na Barra e em Nova Iguaçu.

Para receber os doadores será montada uma estrutura ampla e confortável – ao lado do terraço, composta por equipes de recepção, triagem e coleta, com capacidade para receber 150 coletas de sangue ao longo do dia, adaptada a rigorosos protocolos de segurança.

Confira a lista completa dos pré-requisitos para doação de sangue

Doar sangue é seguro e salva vidas. Vale lembrar que, logo depois da coleta, os componentes sanguíneos são separados e quatro pessoas podem ser beneficiadas. E, 24h após a doação, o organismo do doador começa a recompor algumas substâncias que foram retiradas, de forma que a coleta de sangue seguinte pode ser feita após oito semanas para homens e 12 para mulheres, pois o sangue já estará com os componentes reconstituídos.

Para ser um doador de sangue é necessário apresentar documento oficial de identidade com foto; ter entre 16 e 69 anos (menores de 18 devem estar com autorização do responsável); estar bem de saúde e pesar mais de 50 kg. Não precisa estar de jejum. Mas é recomendado que a pessoa não tenha ingerido comida gordurosa nas últimas quatro horas. Outro fator importante é estar descansado.

Pessoas que fizeram tatuagem ou colocaram piercings devem aguardar seis meses para fazer a doação. Quem teve covid-19 recentemente precisa aguardar dez dias após a recuperação. Em 30 dias o voluntário pode pegar o resultado dos exames laboratoriais feitos com uma pequena amostra sanguínea retirada da doação.

Veja os detalhes abaixo, segundo o Banco Serum:

Apresentar um documento oficial com foto (RG, CNH etc.) em bom estado de conservação;

Ter idade entre 16 e 69 anos desde que a primeira doação seja realizada até os 60 anos (menores de idade precisam de autorização e presença do responsável legal no momento da doação);

Não é permitido realizar doação acompanhado de menores de 12 anos (exceto se o menor estiver acompanhado de dois adultos, sendo necessário o revezamento dos mesmos enquanto acontece a doação);

Estar em boas condições de saúde, se sentindo bem, sem qualquer sintoma;

Pesar a partir de 50 kg e ter dormido ao menos 6h na última noite;

Não ter feito uso de bebida alcoólica nas últimas 12 horas;

Não é necessário estar em jejum, evitar alimentos gordurosos;

Se fez tatuagem e/ou piercing, aguardar 12 meses. Exceto para região genital e boca (12 meses após a retirada);

Em caso de diabetes, deverá estar controlada e não fazer uso de insulina;

Se passou por endoscopia ou procedimento endoscópico, aguardar 6 meses;

Não ter tido Doença de Chagas e Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST);

Candidatos que apresentaram sintomas de gripe e/ou resfriado devem aguardar 7 dias após cessarem os sintomas e o uso das medicações;

Aguardar 48h para doar caso tenha tomado a vacina da gripe, desde que não esteja com nenhum sintoma.

Consulte a equipe do banco de sangue em casos de hipertensão, uso de medicamentos e cirurgias.

Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!
Shares:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *