Especial fim de ano: como evitar azia e mal-estar após as ceias

Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!

Fartas e variadas, as ceias de Natal e Ano Novo sempre trazem uma deliciosa combinação de assados, saladas, frutas, grãos e sobremesas que, além de encher os olhos, dão água na boca! Mas é preciso ter cuidado. Afinal, exageros costumam provocar azia, mal-estar e, em casos extremos, até quadros de intoxicação alimentar. “As ceias contam com uma grande quantidade de carnes gordurosas, doces, refrigerantes, bebidas alcoólicas, pratos e saladas feitas à base de muitos condimentos. Por isso, o primeiro passo para evitar problemas estomacais é ter cautela e provar de cada item da mesa em menores quantidades”, diz André Siqueira Matheus, gastroenterologista do HCor – Hospital do Coração. Confira algumas dicas:

1. Evite dormir depois de comer

Segundo o Dr. Siqueira, outro cuidado importante com o sistema digestivo durante as festas está relacionado ao horário da ceia. De acordo com a tradição de muitas famílias, o momento de cear juntos é sempre após a meia-noite. “Isso pode trazer problemas para a digestão se a pessoa for dormir logo depois de comer. Afinal, o intestino trabalha mais devagar durante o sono e deitar facilita a ocorrência de refluxo, causando a azia no dia seguinte”, explica. “Muitos, inclusive, ficam sem se alimentar durante todo o dia para poder comer ainda mais durante a noite. Isso só piora a situação. O ideal é que as pessoas se alimentem em pequenas quantidades de três em três horas, até o momento da ceia”, aconselha o médico do HCor, lembrando que, quanto maior for o intervalo entre as refeições, maior o apetite e maior será a quantidade de alimento ingerido, o que também prejudica digestão.

2. Troque comida industrializada por alimentos naturais

Para facilitar a digestão durante a noite, a recomendação do Dr. Siqueira é preferir frutas, verduras e sucos naturais a alimentos industrializados e refrigerantes. “Além de ser mais nutritivos, alimentos naturais ajudam o processo de digestão e não agridem o estômago e intestino”, explica. “Além disso, o excesso de bebidas, como geralmente ocorre nestas festas, também prejudicam o processo de digestão. O melhor é tomá-las de forma moderada e evitar qualquer bebida durante as refeições para evitar dores de estomago e principalmente azia”, alerta o gastroenterologista do HCor.

3. Em caso de exagero, opte por comidas leves no dia seguinte

Nos casos em que os excessos gastronômicos não puderam ser evitados durante a ceia, a dica do médico é procurar alimentos leves no dia seguinte, como carne magras, verduras, legumes, frutas e sucos naturais. “A ingestão de fibras também é recomendada para melhorar o processo digestivo. Contudo, é importante lembrar que a melhor maneira de evitar esse tipo de mal-estar é comer com parcimônia no dia anterior”, aconselha o Dr. Siqueira.

4. Evite bebidas alcoólicas em excesso 

Durante a ceia, é melhor evitar bebidas alcoólicas em excesso, já que elas são ricas em calorias e também prejudicam o processo digestivo e agridem estômago e intestino. Caso opte por consumi-las em maior quantidade, a sugestão do médico do HCor é tomar um copo de água para cada copo de bebida alcoólica. Isso evita a desidratação, a ressaca e eventuais sensações de mal-estar. “Se beber um pouco mais, jamais tome remédios ou tente provocar vômito, caso não se sinta bem. Água e repouso são as melhores alternativas. Se a situação ficar mais séria, o aconselhável é procurar ajuda médica em um pronto socorro”, recomenda o gastroenterologista.

 

Fonte: HCor

Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!

You may like

In the news
Leia Mais
× Fale com o ViDA!