Dia dos Povos Indígenas: hospital no Pará celebra com crianças

Ação contou com brincadeiras, músicas e palestras educativas para as crianças internadas na clínica pediátrica e atendidas nos ambulatórios

Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!

O Dia dos Povos Indígenas, nesta sexta-feira (19), foi comemorado com uma programação especial para as crianças em tratamento no Hospital Regional do Sudeste do Pará Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá A iniciativa proporcionou momentos lúdicos, educativos e aprendizado para os pequenos pacientes internados na clínica pediátrica e atendidos nos ambulatórios.

Por meio de contação de histórias, brincadeiras, música e palestras educativas, eles mergulharam na riqueza da cultura indígena brasileira. As atividades, cuidadosamente planejadas, abordaram temas como a diversidade étnica, preservação ambiental, influencia indígena na culinária e linguagem, bem como respeito às tradições indígenas.

 

Samuel Silva, 9 anos, morador de Marabá, encaminhado para atendimento ambulatorial com cirurgião pediatra na unidade, se encantou com as atividades: “Gostei muito de tudo! As brincadeiras foram divertidas e aprendi bastante sobre os indígenas“, conta o garoto. Marta Silva, mãe de Samuel, destacou que as atividades realizadas contribuíram para uma melhor compreensão das tradições dos povos indígenas.

“Mais do que apenas distração, essas atividades proporcionaram um entendimento mais profundo sobre a riqueza cultural dos povos originários. Foi emocionante ver meu filho se envolver e aprender enquanto se divertia. É importante que ele cresça com respeito pela diversidade”, enfatizou.

Para a socióloga Daiane Uzinsky, que atua como analista de humanização na unidade do Governo do Pará, as atividades realizadas contribuíram para combater mitos e preconceitos sobre os povos indígenas.

“Ao oferecermos um espaço para reflexão e interação com a cultura indígena, o hospital não só cumpre seu papel de cuidar da saúde física, mas também contribui para o desenvolvimento de uma consciência social mais ampla e inclusiva”, destacou. 

Flávio Marconsini, diretor executivo da unidade, destacou que a iniciativa visa promover um ambiente hospitalar mais acolhedor e humanizado, valorizando a cultura e a identidade de cada paciente.

“É fundamental promovermos ações que humanizem o atendimento e proporcionem momentos de descontração para as crianças internadas. Essa ação, nos permite reconhecer a importância da cultura indígena para o nosso país”, explicou.

Com informações do HRSP

Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!

You may like

In the news
Leia Mais
× Fale com o ViDA!