Congresso reúne no Rio expoentes em cabeça e pescoço da América Latina

(Reprodução - Site Vencer o Câncer)
Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!
(Reprodução - Site Vencer o Câncer)
Infecção pelo HPV aumenta incidência de câncer de amigdalas, aponta especialista (Reprodução – Site Vencer o Câncer)

A infecção pelo papilomavirus, conhecido como HPV, tem aumentado o índice de câncer de amigdalas. Segundo o Departamento de Epidemiologia da USP, há uma incidência de 4% ao ano. “A previsão é de que em 2020, o câncer de garganta seja o mais prevalente que o de cólon do útero”, ressalta Fernando Dias, médico-cirurgião do Instituto Nacional do Câncer (Inca) e membro da  Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço (SBCCP).

O especialista destaca que antigamente havia apenas uma opção de tratamento para os tumores de garganta: via cirurgia. Com o entendimento do carcinoma de orofaringe, induzido pelo HPV, vieram opções menos agressivas, dando melhor qualidade de vida aos pacientes. Um marco na evolução da ciência.

Este e outros temas estarão em pauta no  26o Congresso Brasileiro de Cirurgia de Cabeça e Pescoço e no 11o Congresso Brasileiro de Fonoaudiologia em Cirurgia de Cabeça e Pescoço, que a SBCCP realiza entre os dias 24 e 27 de agosto no Royal Tulip, no Rio de Janeiro. Esta edição espera reunir cerca de 1.200 participantes e  contará com a presença dos maiores expoentes da especialidade de todo o país e convidados internacionais.

Aos participantes, será apresentado um completo “updating” na área de cirurgia de cabeça e pescoço, em um congresso direcionado para a interação e troca de informações, com destaque para cirurgia robótica e novas tecnologias, além da imunoterapia para o câncer de cabeça e pescoço. Entre os nomes da medicina internacional estarão presentes Bert W. O’Malley Jr (University of Pennsylvania – USA), Giuseppe Spriano  (Dipartimento di Neuroscienze e Primario Divisione di Otorinolaringoiatria e Chirurgia Cervico-Facciale – Roma), Jeremy Freeman (Mount Sinai Hospital – Canada) e Robert Ferris (University of Pittsburgh – USA).

Com o lema ‘Há 50 Anos buscando o melhor para a prevenção e tratamento de Câncer de Cabeça e Pescoço’, o congresso marcará o ponto alto das comemorações dos 50 anos da SBCCP. “A nossa Sociedade é, de longe, a maior da especialidade de cabeça e pescoço e a mais importante em toda a América Latina. Desde a fundação, em 1967, são significativos os avanços para a cancerologia de cabeça e pescoço, como a conquista de marcadores moleculares da doença, que ajudam no diagnóstico correto e num tratamento mais efetivo, com menos danos aos pacientes”, afirma Dias.

Mais informações pelo site: www.congressobrasileiroccp2017.org.br

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!

You may like

In the news
Leia Mais
× Fale com o ViDA!