Conheça alimentos que reduzem o risco do câncer de próstata

Nutricionistas mostram quais substâncias e compostos presentes em alimentos podem ajudar no tratamento e também na prevenção

alimentacao-saudavel
Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!

Para boa parte das doenças crônicas, incluindo o câncer de próstata, a resposta para prevenção é quase sempre a mesma: alimentação saudável, atividade física, não fumar e evitar o consumo de bebidas alcoólicas.  Um dos fatores que podem ajudar nessa prevenção é uma rotina mais saudável.

De acordo com um estudo realizado pelo Inca (Instituto Nacional do Câncer), 30% dos casos oncológicos podem ser prevenidos por um estilo de vida equilibrado e, uma boa alimentação, está entre elas. Neste contexto, a nutrição desempenha um papel vital na proteção do organismo e na redução do risco dessas doenças e, no caso dos homens, o câncer de próstata.

Por isso, o especial ‘Novembro Azul’ do Portal ViDA & Ação reúne informações de nutricionistas com objetivo de fornecer as informações necessárias sobre os alimentos e seus benefícios para a saúde da próstata.

Papel importante dos alimentos na prevenção

De acordo com Deise Doi, nutricionista pós-graduada em adequação nutricional e manutenção da homeostase, a alimentação pode cumprir um papel importante na prevenção da doença. Isso porque a alimentação variada, rica em vitaminas, minerais e antioxidantes pode ser um grande aliado na redução do risco de desenvolvimento de algumas células cancerígenas. Assim, diversos alimentos desempenham um papel fundamental nesse quesito, especialmente na prevenção de doenças da próstata.

Uma dieta saudável e equilibrada pode ser a resposta à crescente procura por uma melhor saúde dos homens, prevenindo também outras doenças urológicas. Diante da preocupação com a saúde e o bem-estar masculinos, é fundamental ressaltar a conexão entre a dieta e a prevenção de enfermidades do trato urológico, abrangendo o câncer de próstata”, destaca a nutricionista.

O tomate, fonte de licopeno com propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, mostra-se eficaz para evitar problemas como a Prostatite, Hiperplasia Benigna da Próstata e tumores prostáticos.

Os frutos vermelhos, abundantes em vitamina C, fibras e licopeno, são reconhecidos por suas propriedades antioxidantes, o que não apenas previne doenças da próstata, mas também contribui para a saúde geral. Já a soja, graças aos fitoestrogênios e suas propriedades antioxidantes, aparenta reduzir a inflamação, potencialmente diminuindo o risco.

Vegetais crucíferos como brócolis, couve-flor, espinafre e leguminosas como feijão e lentilhas são ricos em antioxidantes que favorecem a desintoxicação do organismo, oferecendo benefícios significativos. A aveia, devido ao seu teor de fibras e vitaminas, não só atua como fonte de energia, mas também reforça o sistema imunológico.

Peixes de água fria, como sardinha e salmão, ricos em ômega-3, são conhecidos por reduzir a inflamação e equilibrar os níveis de colesterol. Finalmente, frutos secos como nozes, amêndoas e avelãs contribuem para a renovação celular e fortalecimento do sistema imunológico, beneficiando a saúde urológica.

Consumir alho e cebola previne o câncer de próstata?

Já o alho e a cebola, com propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, também contribuem para a prevenção do câncer de próstata. De acordo com um estudo feito pelo Instituto Nacional do Câncer dos Estados Unidos (NCI), o consumo desses dois alimentos pode reduzir em 30% as chances de desenvolver a doença, já que os antioxidantes e compostos bioativos podem impedir o crescimento de células cancerígenas.

“É importante ressaltar que nenhum alimento sozinho é capaz de prevenir a doença, assim como realizar os exames preventivos e ir ao médico é imprescindível, ainda mais em caso de sintomas”, ressalta o urologista do IBCC Oncologia, Alvaro Alexandre Dias Bosco.

Um estudo (Prostate 8) recomenda que, para que haja diminuição do risco de câncer de próstata, o homem deve:

Consumir uma porção por dia de molho para salada à base de óleo ou nozes.

Ingerir uma porção por dia de vegetais crucíferos, como brócolis, couve-flor, repolho, rúcula, etc.

Consumir duas ou mais porções por semana de tomates cozidos ou produtos à base de tomate.

Consumir duas ou mais porções por semana de peixes.

Evitar todas as carnes processadas.

Evitar todos os produtos de tabaco.

Acumular até 3 horas ou mais por semana de exercício aeróbico vigoroso.

Substâncias presentes em alimentos que ajudam no tratamento

Fúlvia Hazarabedian, nutricionista e responsável pelo Bio Nutri, programa de nutrição da Bio Ritmo, comenta da importância da alimentação balanceada em casos oncológicos: “Cada vez mais estudos comprovam o poder das boas escolhas alimentares. Elas, em conjunto com o tratamento médico e exercícios físicos ajudam nas chances de um bom prognóstico”.

A nutricionista mostra algumas substância que podem ajudar no tratamento, confira:

1. Licopeno

O Licopeno é uma substância importante na prevenção do câncer de próstata. Isso porque o nutriente possui antioxidantes com diversos benefícios, podendo reduzir em até 40% o risco de desenvolver esse tipo de câncer nos homens que consomem, pelo menos, cinco vezes na semana esses alimentos. Ele pode ser encontrado em tomate, goiaba vermelha, melancia, manga, mamão e cenoura.

2. Indol 3 Carbinol

Essa substância diminui o estrógeno na circulação sanguínea impedindo o aparecimento de células cancerígenas que dependem desse hormônio para crescer. Apresenta ações anticarcinogênicas e de quimioprevenção, além de possuir ação antiaterogênica, antioxidante, detoxificante e anti-inflamatória. Sua fonte está em vegetais crucíferos, como brócolis, couve-flor e repolho.

3. Ômega 3

O consumo diário do ômega 3 cria uma ação anti-inflamatória e pode ajudar a combater tumores, devido à sua ação antioxidante. Esse suplemento pode ser encontrado em peixes, sementes de linhaça, oleaginosas e chia.

4. Cúrcuma (Curcumina)

Estudos comprovaram que a cúrcuma, presente no açafrão, auxilia no bloqueio do desenvolvimento de células cancerígenas e apresenta ações anti-inflamatórias e antioxidantes. A raiz apresenta baixa toxicidade, mas não é recomendado que o seu uso ultrapasse mais de 10g/dia.

5. Compostos sulfurosos

Alimentos com esse composto, auxiliam na proteção da mutação genética e possuem nutrientes antioxidantes que impedem a ação dos radicais livres. Sua fonte está em alho, cebola e vegetais crucíferos.

6. Zinco

próstata humana acumula os níveis mais elevados de zinco (Zn) em relação a qualquer outro tecido mole do organismo. Este elemento inibe o crescimento das células cancerígenas na próstata, possivelmente devido à indução da interrupção do ciclo celular e apoptose. O elemento pode ser encontrado em leguminosas, sementes, nozes, carne vermelha, chocolate amargo, aveia e quinoa.

Veja quais  alimentos devem ser consumidos ou evitados

Tatiane Schallitz, nutricionista do Instituto Nutrindo Ideais (@NutrindoIdeais) e graduada pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj), afirma que uma dieta para a prevenção e tratamento do câncer de próstata geralmente inclui alimentos ricos em antioxidantes, como frutas, vegetais, peixes gordurosos, nozes e sementes.

Reduzir o consumo de carne vermelha e produtos lácteos com alto teor de gordura também é recomendado. Além disso, para um estilo de vida saudável é importante praticar atividade física regularmente e limitar o consumo de álcool. Sobrepeso e obesidade são fatores de risco para câncer, como um todo.

Tatiane indica alimentos que podem diminuir o risco do câncer de próstata devido às suas propriedades nutritivas e antioxidantes. Esses incluem:

– Peixes ricos em ômega-3: demonstraram ter efeitos protetores contra o câncer;

– Vegetais crucíferos: brócolis, couve-flor e repolho contêm substâncias que podem ajudar na prevenção do câncer;

– Frutas cítricas: fontes de vitamina C e outros compostos bioativos que podem ter efeitos protetores;

– Nozes e sementes: fontes de ácidos graxos saudáveis e antioxidantes;

– Fontes de licopeno: tomate, melancia, pimentão, mamão, cenoura, dentre outros.

O que pacientes de câncer de próstata devem evitar

Se diagnosticado com câncer de próstata, é aconselhável considerar ajustes na dieta para promover a saúde e ajudar no tratamento. De acordo com a nutricionista Tatiane Schallitz, alguns alimentos que podem ser prudentes evitar ou consumir com moderação são:

– Carnes processadas

– Carne vermelha

– Produtos lácteos com alto teor de gordura

– Alimentos ricos em gorduras saturadas

– Açúcares refinados e alimentos processados

A nutricionista lembra que as orientações alimentares podem variar com base na situação de saúde específica de cada pessoa, e é sempre recomendável discutir essas mudanças com um profissional de saúde ou nutricionista para obter orientações personalizadas.

  • “Além da dieta, outros cuidados incluem atenção a sintomas, manutenção da atividade sexual regular, prática de exercícios físicos, controle de peso e check-ups regulares, incluindo exames específicos como o toque retal e o exame de PSA para homens acima de 50 anos”, conclui Deise Doi.

Com Assessorias

Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!

You may like

In the news
Leia Mais
× Fale com o ViDA!