Vinte anos cuidando do coração das crianças

Dra Rosa Celia já perdeu a conta de quantas crianças já ganharam um coração novo pelas suas mãos (Foto: Divulgação)
Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!
Alexandre foi o primeiro paciente do Pro Criança Cardíaca, criado há 20 anos por Rosa Celia (Foto: Divulgação)
Alexandre foi o primeiro paciente do Pro Criança Cardíaca, criado há 20 anos por Rosa Celia (Foto: Divulgação)

Com apenas um ano de idade, Alexandre de Carvalho Ferreira Junior foi diagnosticado com uma cardiopatia congênita. Da cirurgia realizada no Hospital Pro Cardíaco até agora, já se passaram 19 anos. Hoje, aos 23, o jovem leva uma vida saudável, sem precisar de tratamento ou uso de medicamentos. A doença, garante, nunca o atrapalhou em nada na vida.

Estudante de Engenharia, Alexandre faz curso técnico na área de Tecnologia, é fluente em inglês e espanhol e se arrisca no francês.  O rapaz conta que nessa trajetória teve um anjo da guarda que atende pelo nome de Dra. Rosa Celia, segundo ele, “o maior exemplo de ser humano que conheceu até hoje”. 

Rosa Celia Pimentel Barbosa é cardiopediatra e fundou há 20 anos o  Pro Criança Cardíaca, instituição médica sem fins lucrativos que tem a missão de atender e cuidar gratuitamente de crianças com doenças do coração.

Instalada em Botafogo, a unidade já ultrapassou a marca de 24 mil atendimentos ambulatoriais e 1.200 procedimentos invasivos (cirurgias cardíacas e cateterismos). Todo o tratamento é custeado pela organização, sem qualquer ônus para o paciente.

“O Pro Criança Cardíaca surgiu como um gesto de amor ao próximo, movido pelo número cada vez maior de famílias com crianças doentes do coração e sem acesso ao tratamento especializado, que batiam à porta da minha clínica, em busca de ajuda”,  conta a médica.

 

Dra Rosa Celia já perdeu a conta de quantas crianças já ganharam um coração novo pelas suas mãos (Foto: Divulgação)
Dra Rosa Celia: projeto social já atendeu mais de 24 mil crianças (Foto: Divulgação)

Uma vida dedicada à medicina

A vocação para a profissão, diz ela, vem desde pequena. Uma das mais respeitadas médicas do país foi educada em um colégio interno, em Botafogo, onde permaneceu até os 18 anos.

Formada em Medicina na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), atuou em hospitais da rede pública de saúde, idealizou e cuidou da área de pediatria do Hospital da Lagoa e da mesma especialidade no Pró-Cardíaco.

Em Londres, especializou-se em cardiologia pediátrica, e acumula passagens pelo Texas Children Hospital, nos EUA, e Children’s Hospital Medical Center, em Boston, onde buscou aperfeiçoar as técnicas para tratamento das doenças cardíacas da criança.

“São 20 anos de lutas e conquistas, com histórias muito bonitas para contar”, diz ela que, mesmo com a agenda cheia, encontra uma brecha para atender os pacientes sem recursos. Em 2014, Rosa Celia fundou o Hospital Pediátrico Pro Criança Jutta Batista, também em Botafogo, para receber as crianças atendidas pelo projeto social.

 

Números

Um livro será lançado ainda este ano para relembrar os 20 anos do Pro Criança Cardíaca. O projeto inclui uma exposição itinerante com fotos de pacientes e a história do Pro Criança vai circular por diversos pontos do Rio.

Até fevereiro de 2016, foram 24.473 consultas médicas realizadas, 369 cateterismos, 872 cirurgias cardíacas, 4.135 consultas odontológicas, 11.794 ecocardiogramas, 10.153 eletrocardiogramas, 6.601 exames laboratoriais, 4.743 holters, 947 mapas, 466 raios-x, 526 ressonâncias magnéticas, 2.339 testes ergométricos, 83 tomografias computadorizadas e 48 ultrassonografias.

Como ter acesso ao atendimento

O atendimento no projeto é feito por meio dos encaminhamentos realizados pelas unidades básicas de saúde do município do Rio de Janeiro. A criança que necessita de atendimento especializado é encaminhada às Unidades Referenciadas pelo Sisreg (sistema de regulação de vagas), incluindo o Pro Criança Cardíaca.

Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!

You may like

In the news
Leia Mais
× Fale com o ViDA!