BOAS AÇÕESOUTONO

Sociedade se mobiliza para ajudar campanhas do agasalho

Nas últimas semanas os termômetros vêm caindo em diversas regiões do país, anunciando que este ano o inverno promete ser rigoroso. Faltando poucos dias para a chegada da estação mais fria do ano, que começa dia 21 de junho, a sociedade civil organizada já começa a se mobilizar para atender os mais vulneráveis, especialmente as pessoas em situação de rua.

De acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), a população em situação de rua no Brasil cresceu 38% entre 2019 e 2022, quando atingiu 281.472 pessoas. O número é um dos indícios do impacto da pandemia de Covid-19, que atingiu diversos grupos sociais no país.

Com a chegada das estações mais frias, a falta de um abrigo seguro e quente pode expor as pessoas em situação de rua a riscos de saúde, como hipotermia, pneumonia e outras doenças respiratórias. Com objetivo de tentar diminuir o impacto da chegada do frio junto às pessoas mais vulneráveis do país, diversas empresas e instituições lançaram suas campanhas do agasalho.

Nosso roteiro de Boas Ações desta semana separou iniciativas relevantes, algumas já tradicionais. Saiba como ajudar:

Nacional

Rodoviárias de todo o país promovem campanha do agasalho

Segundo maior terminal rodoviário em movimentação de passageiros da América Latina, a A Rodoviária do Rio promove sua 25ª Campanha do Agasalho, em parceria com a Socicam, sob o slogan “Compartilhe Calor, Espalhe Amor”. O objetivo é arrecadar agasalhos que serão destinados às pessoas que mais necessitam de amparo durante o inverno.

A ação faz parte da tradicional mobilização nacional das principais rodoviárias e que, este ano, incluirá mais de 60 empreendimentos, incluindo as Rodoviárias do Rio (RJ), Roberto Silveira (Niterói) e Angra dos Reis (RJ). Desde a primeira edição da campanha, que ocorreu em 1999, mais de 1,5 milhão de peças já foram doadas.

As caixas de coleta estarão instaladas nos principais acessos das rodoviárias para as doações a qualquer hora do dia e da noite. Podem ser doados agasalhos, malhas, cobertores, blusas, meias, luvas, sapatos e outras peças (novos ou em bom estado de conservação e de limpeza) para todas as faixas etárias.

As peças arrecadadas pelas rodoviárias do Rio serão encaminhadas para o Instituto Anjinho Feliz (Cidade Nova – RJ), que atende 367 famílias entre 187 crianças e jovens de 12 comunidades como Fallet, Chuveirinho, São Carlos, Providência entre outras nas regiões do Centro e Portuária do Rio.

Rede de farmácias quer recolher 55 toneladas de agasalhos

Pela primeira vez, o Grupo DPSP (Drogaria São Paulo e Drogaria Pacheco) vai recolher roupas, agasalhos e cobertores novos ou em bom estado em todas as suas lojas pelo país, contemplando as mais de 1.400 lojas nos principais estados brasileiros: São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás, Espírito Santo, Mato Grosso, Bahia, Distrito Federal, Pernambuco.

Durante a a 15ª edição da sua Campanha do Agasalho, que começou em 10 de maio a 10 de agosto de 2023, as lojas da rede receberão doações de itens de inverno que serão destinados ao Exército de Salvação, uma das maiores instituições de caridade do mundo. A meta é conseguir arrecadar 55 toneladas de produtos. Para doar, basta comparecer em uma das unidades da rede Drogarias São Paulo e Drogarias Pacheco e depositar a sua contribuição na caixa especialmente desenvolvida para essa finalidade.

Rio de Janeiro

Rede de supermercados e lojas de conveniência se juntam em ação

arrecada Uma campanha em conjunto arrecada agasalhos, agasalhos, casacos, luvas, meias e demais itens de vestuário de frio para 40 instituições que cuidam de pessoas em situação de risco em diversos pontos do Estado do Rio de Janeiro. Todas as 31 unidades do supermercado Prezunic e, pela primeira vez, as nove lojas de conveniência com entregas rápidas Spid, ambas do grupo Cencosud, participam da ação. Cada uma delas irá beneficiar uma instituição próxima às suas respectivas áreas de atuação.

Desde o dia 1º de junho, qualquer pessoa pode comparecer a uma das lojas Prezunic ou Spid para depositar as peças nas caixas de coleta à disposição próximas às entradas de cada unidade. A rede de supermercados possui lojas nas Zonas Oeste e Sul da capital carioca, e também na Baixada Fluminense e Niterói. Já as unidades Spid funcionam no Centro do Rio e nos bairros da Barra da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes, Méier, Botafogo e Ipanema. Para encontrar a unidade mais próxima e fazer sua doação, basta acessar o site do Prezunic ou o perfil do Spid no Instagram.

Campeã do Carnaval carioca abre campanha

Com a queda nos termômetros no Rio de Janeiro, a Imperatriz Leopoldinense, campeã do Carnaval de 2023, antecipou a campanha “Imperatriz contra o frio”. Para levar um pouco de calor e carinho aos que mais precisam, a escola abre sua quadra de ensaios, a partir desta segunda-feira (5), para receber doações de cobertores e roupas de frio.

O ponto de coleta das doações é a quadra da escola, que fica na Rua Professor Lacê, 235, em Ramos, próximo à estação de trem. Para ajudar, basta levar a doação até o local, que funciona de segunda a sexta-feira, das 10h às 20h, e, aos sábados, das 10h às 13h. A campanha vai até o dia 25 de junho.

As doações serão distribuídas para pessoas em situação de rua e vulnerabilidade do Complexo do Alemão e de bairros próximos. A ação “Imperatriz contra o frio” faz parte do programa Imperatriz Social, que recentemente distribuiu flores no dia das mães, ovos de chocolate para as crianças da região na Páscoa, entre outras atividades.

Shopping carioca recolhe doações até dia 25

O Carioca Shopping, empreendimentos administrados pela Aliansce Sonae +brMalls localizado na Vila da Penha, Zona Norte do Rio de Janeiro, está recebendo doações de agasalhos e cobertores até o dia 25 de junho. Os itens arrecadados serão direcionados para instituições que estão localizadas próximas ao empreendimento e trabalham com pessoas em situação de vulnerabilidade.

Os agasalhos e cobertores podem ser entregues direto no Carioca Shopping (Av. Vicente de Carvalho 909). Os itens devem ser depositados em dois pontos de coleta localizados no primeiro piso: um, próximo ao Polo Wear, e, o outro, no corredor do Assaí.  As organizações sociais contempladas pela ação foram selecionadas pelo Instituto da Criança e pelo Instituto Devolver, parceiros da companhia.

Construtora arrecada agasalhos e roupas de frio até dia 7 de junho

A solidariedade está nos detalhes! É a partir desse conceito que o Grupo Patrimar – construtora e incorporadora mineira que atua nas classes econômica, média e alta em Belo Horizonte, no Rio de Janeiro e no interior de São Paulo – compartilha sua campanha anual de arrecadação de agasalho, que faz parte de um projeto maior chamado “Construindo o Bem”.

A companhia busca arrecadar o máximo de roupas e peças de frio, como casacos, jaquetas, gorros, cachecóis, calças, cobertores e outros itens que protegem as pessoas do frio, até o dia 7 de junho. Este ano, todos os agasalhos arrecadados no Rio de Janeiro serão doados a “Ação Social Recreio” (www.acaosocialrecreio.org), ONG que atua desde 2015 com projetos sociais.

Além da arrecadação entre os colaboradores na sede, quem quiser contribuir pode deixar os itens em um dos pontos de coleta do Grupo Patrimar no Rio: lounge de vendas do Oceana Golf (Av. das Américas, 10001 – Barra da Tijuca); Novolar Recreio: Central de Vendas (Av. das Américas, 18.800 – Recreio dos Bandeirantes); estande de vendas do Flores do Brito (Estr. do Campinho, 5015 – Campo Grande), estande de vendas do Novolar Moinho (Estr. do Moinho, nº 135 Campo Grande).

 

São Paulo

São Paulo começa a distribuir cobertores

Para enfrentar o inverno rigoroso de São Paulo, só com muita solidariedade da população. Começou esta semana e vai até 21 de junho, início do Inverno, a entrega de 125 mil cobertores para doação às pessoas em situação de vulnerabilidade social nos 645 municípios paulistas.

A doação dos cobertores é uma ação da Campanha do Agasalho 2023, que foi retomada neste ano após ser substituída, nos dois últimos anos, pela ação Inverno Solidário, medida em decorrência da pandemia e que se restringia à arrecadação de itens novos devido ao risco de contaminação das peças usadas durante o período crítico da pandemia.

Agora, o modelo tradicional está de volta para receber roupas e cobertores novos ou em bom estado de uso e conservação – os itens mais requisitados são agasalhos, meias, toucas e luvas. O Fundo Social alerta que peças muito desgastadas, rasgadas e sujas são inviáveis para a campanha.

Os cobertores foram adquiridos pelo Fundo Social de São Paulo e são distribuídos de acordo com dados do CadUnico, cadastro nacional com informações sobre famílias de baixa renda existentes no país. O FSSP também está enviando as caixas oficiais de arrecadação para que cada município participe da campanha também com a coleta de doações de itens de inverno.

Desde o dia 22, o depósito do Fundo Social, no Jaguaré, e outros 10 pontos de maior movimento na capital já estão preparados com caixas de coleta: terminais Jabaquara e Diadema da EMTU, estações Santana e Portuguesa do Metrô, estações Brás e Guaianazes da CPTM e unidades da Sabesp nas avenidas do Estado e Santos Dumont. Todos os postos do Poupatempo distribuídos pelo estado também já estão recebendo as doações. Nos próximos dias, os pontos de arrecadação devem ser ampliados.

Os itens recebidos serão destinados para entidades sociais, entre elas hospitais e centros de acolhida, além dos próprios fundos sociais dos municípios paulistas. O Fundo Social também usará os valores doados para comprar cerca de 125 mil cobertores.

Voluntários costuram roupas: “É feito com muito amor”

Setor têxtil doa 5 toneladas de matéria-prima para confecção de mais de 4 mil peças de frio

A Campanha do Agasalho 2023 ganhou um importante reforço com a parceria entre Governo do Estado, iniciativa privada e sociedade civil. Alunos do curso de costureiro avançado do Fundo Social de São Paulo deverão produzir mais de 4 mil conjuntos de agasalhos para reforçar as doações a quem mais precisa. O grupo de voluntários será abastecido com cinco toneladas de tecidos e aviamentos doados pelas empresas da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit) e do Sinditêxtil-SP.

“Além de estarmos aprendendo a confeccionar o moletom, também estamos dedicando um pouco do nosso carinho para essas pessoas que tanto necessitam. É feito com muito amor e carinho”, afirma a aluna Aliana dos Santos Lima Helfstein. Cada aluno irá confeccionar dois conjuntos de roupas de frio ao longo das 60 horas do curso.

A campanha conta com o apoio de empresas como a Klabin, que doou 12 mil caixas de papelão ondulado para arrecadação de roupas e cobertores, a Nacional Têxtil, da região de Campinas, que realiza a distribuição semanalmente aos municípios, e a Prodesp – empresa de Tecnologia do Governo do Estado responsável pelo desenvolvimento do site oficial da ação.

Como doar

Além da entrega de agasalhos nos pontos de coleta oficias disponibilizados no site www.campanhadoagasalho.sp.gov.br, outra opção para colaborar é com doações em dinheiro na conta oficial no Banco do Brasil. Os dados da campanha são: conta corrente nº 19.771-8, agência nº 1897-X, CNPJ/MF nº 44.111.698-0001/98. Também é possível doar pela chave Pix doacoesfussp@sp.gov.br .

Com Assessorias

Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!
Shares:

Related Posts

1 Comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *