Rio respira corrida até domingo: atenção aos cuidados com a pele

Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!

corrida

Com milhares de corredores anônimos espalhados pelos quatro cantos da cidade, o Rio de Janeiro já respira corrida de rua por todos os poros. E se prepara para uma das principais provas, já reconhecida no calendário nacional e internacional desta modalidade esportiva amadora para uns e profissional para tantos outros. Neste domingo, dia 18 de junho, são esperadas 33 mil pessoas para a Maratona Caixa da Cidade do Rio de Janeiro. A corrida contará com inscritos de 47 países e participantes de todos os estados, em provas de 6km, 21km e 42km.

Os corredores devem ficar atentos para cuidados com a pele. Quem faz o alerta é a dermatologista Gabriella Albuquerque, da Sociedade Brasileira de Dermatologia do Rio de Janeiro. Isso acontece porque a atividade intensa estimula a produção de radicais livres e a flacidez da pele, por causa da ação da gravidade e da perda de gordura que o esporte proporciona. “Os radicais livres são perigosos porque possuem um elétron livre em sua órbita que se liga a proteínas essenciais para nossa saúde mental e física, como, por exemplo, ao colágeno promovendo o ressecamento em um processo conhecido como desnaturação proteica. Com isso, o colágeno deixa de exercer sua principal função na pele, a de sustentação”, explica.

Para que os cercas de 5 milhões de brasileiros que praticam corrida não precisem escolher entre o hobby e beleza da pele, a dermatologista lista dicas para minimizar os danos da atividade:

1.      Alimentação: Os antioxidantes são moléculas de carga positiva que anulam a ação de oxidação dos radicais livres. E eles estão mais ao alcance do que se imagina: nos alimentos. Estudos mostram que uma alimentação rica em frutas, legumes, vegetais, hortaliças e cereais garantem uma boa proteção contra os radicais livres e ainda reduzem consideravelmente o risco de envelhecimento precoce.

2.      Filtro solar: Pessoas que passam a fazer uso de protetor solar diariamente têm, após um período de quatro anos, uma chance 24% menor de apresentar sinais visíveis de envelhecimento da pele causado pelo sol em comparação às que não se protegem adequadamente.

3.      Bioestimuladores de colágeno injetável: São substâncias biocompatíveis e biorreabsorvíveis que quando aplicadas na pele produzem reação inflamatória que estimula o aumento na produção das fibras de colágeno. O tratamento é injetável e pode ser realizado no abdome, glúteo, braços e pernas com o objetivo de melhorar a flacidez e a firmeza da pele. Os mais conhecidos são o ácido polilático, ácido hialurônioco e a hidropaxiatia de cálcio.

4.      Laser Fotona: Trata-se de um rande aliado em procedimentos para rejuvenescimento de diversas áreas do corpo. De forma não invasiva e segura, o laser promove a melhora da textura da pele, estimulando a produção de colágeno, enquanto reverte danos causados pelo sol.

5.      Tratamento anti-idade: Métodos caseiros como o uso de cremes noturnos com fator de crescimento, ou seja à base de proteína, suplementação de ácido hialurônico ou de colágeno hidrolisado minimizam os efeitos colaterais da liberação de radicais e auxiliam na regeneração da pele.

 

Mais sobre a corrida

A tradição e o cenário único, pela orla carioca, colocam a prova no topo do ranking das mais desejadas e lindas do mundo. Em 2017, a Maratona do Rio comemora 15 anos e movimenta mais de 200 milhões de reais na economia do município, com alta taxa de ocupação hoteleira. Aproximadamente 65% dos 33 mil participantes da Maratona são de fora da cidade do Rio de Janeiro, incluindo corredores de diversos países e de todos os estados do Brasil, o que amplia o alcance de consumidores para as marcas.

Para se ter uma ideia da magnitude da prova, são mais de 558 mil copos de água, 210 mil frutas, 2.800 colaboradores no staff, 250 profissionais de saúde e mais de 250 ônibus para transporte dos inscritos. A prova de 42km terá largada às 7h30 na Praça do Pontal do Tim Maia, no Recreio dos Bandeirantes, passando pelas praias do Recreio, Reserva, Barra da Tijuca, São Conrado, Leblon, Ipanema, Copacabana, Botafogo e chegando no Aterro do Flamengo. A largada da Meia Maratona Olympikus (21km) será às 6h45 na Praia do Pepê, Barra da Tijuca; e a da Family Run Smart Fit (6 km) acontece às 8h no Aterro do Flamengo, na altura da Rua Cruz Lima. Todas as chegadas acontecem no Aterro do Flamengo, entre as Ruas Tucumã e Cruz Lima.

Maior feira de corrida do Brasil

Por conta do evento, até sábado acontece a Expo Rio Run 2017, já considerada a maior feira de corrida do Brasil. Mais de 40 mil pessoas são esperadas no evento que conta com diversas marcas do mercado de running, desde o setor de material esportivo até o de suplementação e alimentação, além de atrações e workshops gratuitos. De acordo com os organizadores, é programa para levar a família e se divertir.

Com entrada gratuita, o evento, que reúne as melhores marcas e novidades segmento, palestras informativas, é também ponto de encontro para a retirada dos kits da Maratona. Para o quarto ano da Expo Rio Run são esperadas mais de 40 mil pessoas. Com relação a 2016, a área de exposição teve um aumento de 50%. Desde a primeira edição, o crescimento foi de 150%. O evento contemplará uma série de painéis informativos: Estratégias da Prova com o Time de Especialistas da Maratona do Rio, Dicas, e Superação com o time @30tododia, além de apresentações com o ultramaratonista Marcio Villar e com o professor de educação física Marcio Atalla.

Entre as marcas presentes também estão Olympikus, Polar, Pink Cheeks, Cool Towels e Flormel. A expectativa da Dream Factory e da Spiridon, empresas organizadoras da feira, é ampliar o sucesso visto nas outras edições. Além dos já citados, será possível encontrar produtos alimentícios nutritivos e funcionais; relógio com GPS e monitor de frequência cardíaca; creme protetor de bolhas e assaduras; toalhas refrescantes ao entrarem em contato com a pele e muito mais.

“A Expo Rio Run surgiu em 2014, com apenas 12 expositores e 110 m² vendidos. Foi crescendo por conta do aumento da demanda. Hoje, são mais de 30 marcas e o triplo de metragem quadrada. Criamos um novo momento de consumo para os nossos corredores, chancelados pela maior prova do Brasil. E observamos movimentos interessantes, como o caso da Tom Tom, que começou conosco como expositora e hoje extrapola o ambiente da Expo, sendo parceira também na Maratona. O futuro é promissor”, afirma Duda Magalhães, diretor geral da Dream Factory.

Fonte: Dream Factory

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!

You may like

In the news
Leia Mais
× Fale com o ViDA!