Homens, mirem-se no exemplo das mulheres: façam exames preventivos

Câncer, hipertensão, doença cardíaca, diabetes e obesidade estão entre principais problemas. Dia do Homem alerta para exames preventivos

Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!

Muitas pessoas não sabem, mas há um Dia do Homem no calendário brasileiro, que é celebrado todo dia 15 de julho desde 1992, quando a data foi proposta pela Ordem Nacional dos Escritores. Não se tem conhecimento sobre os motivos que levaram a entidade a fazer essa sugestão, mas o fato é que ao longo dos últimos anos esse dia tem sido cada vez mais usado para chamar atenção do público masculino sobre a importância de cuidar da própria saúde.

Uma causa mais do que urgente. Afinal, pesquisa do Instituto Lado a Lado Pela Vida (LAL), que ouviu homens brasileiros de 18 a 65 anos, revelou que 62% do público masculino só procuram um médico quando apresentam “sintomas insuportáveis”. O levantamento, feito em 2021, revela hábitos perigosos por parte deles, como automedicação e a procura por diagnósticos no “Google”, o que é contraindicado por médicos.

Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) alerta para os descaso dos homens com a própria saúde, especialmente frente a doenças como o câncer de bexiga, que de acordo com a entidade, é hoje o segundo tumor urológico mais incidente nessa população. Mas o câncer de próstata ainda segue sendo a principal neoplasia em incidência na população masculina, uma doença que se detectada no início, por meio de exames previstos, tem grandes chances de cura.

Com o avanço da idade, as doenças da próstata e as disfunções sexuais estão entre as principais enfermidades que acometem o homem. Na adolescência e na fase adulta são as infecções sexualmente transmissíveis. Há ainda outras patologias que são mais prevalentes, como hipertensão, doença cardíaca, diabetes e obesidade.

Por isso, os homens devem seguir o exemplo das mulheres, e procurar realizar exames de saúde preventivos com mais frequência. A orientação é do urologista Valter Cassão, coordenador de Urologia do Hospital do Centro de Referência da Saúde do Homem, em São Paulo. Ele diz que atualmente, os homens estão mais atentos aos cuidados com a saúde mais ainda buscam menos auxílio médico do que deveriam:

Valter Cassão explica porque o exame preventivo de câncer de próstata, uma das doenças que mais afetam os homens maduros, é tão importante. O médico defende que, assim como as mulheres, que começam a procurar orientações em saúde sexual cedo, logo após a primeira menstruação, os meninos também precisam de avaliação médica.

Além dos exames preventivos, o urologista ressalta que hábitos como evitar o tabagismo, beber com moderação, cuidar da dieta e do sono, e praticar atividade física regular, também são fundamentais para a boa saúde do homem. Ele lembra que, além dos problemas com a próstata, doenças como diabetes e pressão alta também são fatores de risco que devem ser observados.

Leia todas as matérias do nosso Especial Homem 2023

Câncer de pulmão, infarto e doenças cardiovasculares

O foco do alerta no Dia Nacional do Homem é, principalmente, para a prevenção de algumas doenças que são mais propensas aos homens, entre elas o infarto, câncer de pulmão, cânceres de próstata e testículos e, também, o diabetes.

Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) apontam que o câncer de pulmão é o tipo que mais mata no mundo e nos homens a chance de mortalidade é maior. O índice é de 19,6%, contra 17,4% em mulheres.

Ainda segundo a OMS, as doenças cardiovasculares também afetam, em sua maioria, os homens. Por isso, o Instituto Lado a Lado pela Vida, aproveita a data para reforçar a importância da conscientização sobre o cuidado integral com saúde do homem

“O descuido com saúde, o uso de álcool, o consumo de gordura e a falta de exercício físico são os principais fatores que levam ao infarto e a doenças cardiovasculares”, explica a cardiologista Ariane Macedo, membro do Comitê Científico do Instituto Lado a Lado pela Vida.

A especialista orienta que os homens incorporem o hábito de manter as consultas médicas em dia, seja no Sistema Público ou na Saúde Suplementar, realizem os exames de rotina com frequência e mudem o estilo de vida para que tenham maior sobrevida e bem-estar.

“As idas às consultas médicas devem ser realizadas juntamente com a introdução de hábitos saudáveis, como alimentação rica em legumes, frutas, diminuir o consumo de gordura animal, açúcar e alimentos processados, praticar atividade física, não fumar e não ingerir bebida alcóolica”, complementa.

Atenção maior entre negros e quem tem histórico familiar de câncer

No que se refere aos tumores, principalmente os cânceres de próstata; testículo e pênis, o urologista e membro do Comitê Científico do Instituto Lado a Lado, Vinicius Panico, alerta para a importância do diagnóstico precoce do câncer de próstata.

A atenção deve ser ainda maior entre aqueles que têm histórico desse tipo de tumor na família e os negros, já que esses são grupos com maior chance de desenvolvimento da doença. Panico reforça, ainda, a importância do autoexame dos testículos e a higiene íntima do pênis, além da vacina contra o HPV nos meninos.

“Sempre recomendamos que os homens em idade abaixo dos 40 anos incorporem o hábito de examinar os testículos durante o banho, pois podem identificar algum nódulo. Não podemos esquecer também de que a higiene pessoal é importantíssima para evitar o câncer de pênis”, reforça o especialista.

Segundo ele, o 15 de julho é mais um momento importante para alertar os pais para vacinarem seus filhos contra o vírus HPV. “A vacina é gratuita para meninos e meninas com idade entre 9 e 14 anos”, ressalta.

‘Homens ainda têm preconceito de fazer o exame de toque retal’

Para ajudar a modificar esta mentalidade, desde 1992 se comemora em 15 de julho , data criada com objetivo de alertar a população masculina sobre os cuidados com a saúde.

Presidente do Instituto Lado a Lado pela Vida, que organiza a campanha Novembro Azul, Marlene Oliveira, diz que é necessário urgentemente uma mudança de cultura no universo masculino.

“Ainda nos deparamos com muitos homens que são acometidos por câncer de próstata pelo fato de terem preconceito de fazer o exame de toque retal. Precisamos mudar essa mentalidade e quebrar o tabu a respeito da saúde do homem”.

Segundo Marlene, os homens precisam ser protagonistas do seu próprio cuidado e não delegar a alguém a responsabilidade com sua saúde, geralmente as mulheres cumprem este papel.

“É necessário mudar o cenário e chamar o homem para exercer o autocuidado. Só assim reduziremos as taxas de mortalidade e morbidade desta população”, explica.

Fundado em 2008, o Instituto Lado a Lado pela Vida se dedica simultaneamente às duas principais causas da mortalidade – o câncer e as doenças cardiovasculares. Além de ter criado o Novembro Azul, é o idealizador das campanhas Respire Agosto; Siga seu Coração; Mulher Por Inteiro e Câncer por HPV: O Brasil pode ficar sem.

Com Agência Brasil e Instituto Lado a Lado pela Vida 

Leia mais

Cultura machista coloca saúde masculina em risco
Saúde do homem deve seguir protocolos de rotina de cuidados
Saúde também é coisa de homem: caminhão oferece exames gratuitos
Cuide do que é seu: campanha lança o 0800 do Homem

 

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!

You may like

In the news
Leia Mais
× Fale com o ViDA!