Estudo analisa hábitos sustentáveis dos cariocas

Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!

sustentavel

Tão importante quanto comemorar a Semana do Meio Ambiente é adotar práticas efetivamente mais sustentáveis para que cada um possa contribuir para reduzir os impactos no meio em que vivemos. Mas será que as informações chegam, de fato, para as pessoas?

Alunos do 7º período de Jornalismo da ESPM-Rio, em parceria com a Plurale, revista e site com foco em sustentabilidade, foram às ruas do Rio de Janeiro, entre 1 e 10 de maio, e entrevistaram 150 jovens, entre 20 e 35 anos, urbanos e de classe social predominante A/B. Segundo a análise, 80% dos entrevistados resumem o conceito de sustentabilidade a apenas “desenvolver hábitos de consumo mais conscientes”, e 78% acreditam que “consumir produtos que não agridem o meio ambiente e a saúde humana” são a melhor definição de consumo sustentável.

O estudo também mostrou o que os jovens compreendem como hábitos sustentáveis: uso de transporte público, redução de consumo e reciclagem. Considerando a esfera ambiental, estes são hábitos sustentáveis, mas ao contrário do senso comum sobre o tema, para além do meio ambiente, a sustentabilidade engloba aspectos sociais e econômicos.

Embora 51,3% dos entrevistados tenham afirmado que jamais deixaram de utilizar serviços ou consumir produtos pelo fato de uma marca não adotar boas práticas em relação ao meio ambiente, 90,7% disseram que deixariam de utilizar os serviços e/ou consumir os produtos de uma marca caso soubesse que a empresa pratica algum tipo de exploração dos trabalhadores. Em contraponto, 38% dos entrevistados não se consideram consumidores conscientes, ou seja, não levam em conta a postura das marcas em relação à saúde humana e ambiental e às relações justas de trabalho, no momento da escolha de produtos e serviços.

Na opinião do professor de Comunicação & Sustentabilidade e Gestão da Reputação e Relacionamento com Stakeholders da ESPM-Rio e coordenador do estudo, Dario Menezes, “a pesquisa contribui para o avanço da temática da sustentabilidade e para a compreensão dos jovens sobre o tema, demonstrando o quanto ainda precisamos construir como consciência do tema no nosso país”. Já os estudantes da ESPM-Rio que realizaram a pesquisa destacaram que “participar da realização deste estudo nos ajudou a entender os desafios da sustentabilidade no nosso país e possibilitar uma reflexão do engajamento da nossa geração no tema”, comentaram os alunos.

Fonte: ESPM e Plurale

Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!

You may like

In the news
Leia Mais
× Fale com o ViDA!