Dicas para uma cirurgia plástica segura

Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!
Lipoaspiração é outra cirurgia muito procurada no  inverno por conta na redução do inchaço
Lipoaspiração é outra cirurgia muito procurada no inverno por conta na redução do inchaço

Cirurgias plásticas são cada vez mais recorrentes no Brasil. Não à toa, o país ocupa a primeira posição no ranking mundial de cirurgias plásticas, com cerca de 1,5 milhão de procedimentos por ano. A grande maioria (88%) das pessoas que enfrentam os bisturis são mulheres, geralmente em busca do corpo ideal, e para isso, os procedimentos queridinhos desse público são a lipoaspiração e as plásticas de mama. A maior procura é durante o inverno – como o Blog Vida & Ação mostrou na semana passada.

Mas fazer uma plástica não é só deitar na mesa de cirurgia e acordar linda ou lindo. Como todo processo cirúrgico, exige preparação e cuidados antes e durante a recuperação,  para evitar complicações. Para saber os procedimentos necessários antes, durante e depois de uma cirurgia plástica, Vida & Ação ouviu a opinião de dois especialistas.

A cirurgiã plástica Bárbara Machado, chefe da equipe médica da Clinica Ivo Pitanguy por 15 anos e membro especialista e titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, alerta sobre os cuidados que se deve ter antes de realizar uma cirurgia plástica e relaciona os principais cuidados pré e pós-operatórios. Já André Maranhão,  membro das sociedades brasileira e norte-americana de cirurgia plástica e da Câmara Técnica de Cirurgia Plástica do Cremerj, traz as principais recomendações para quem quer se submeter ao procedimento.

Antes e depois, o que observar – Por Bárbara Machado

1         Desconfie de facilidades como cirurgias milagrosas em consultório com retorno imediato das atividades;

2         Desconfie de cirurgias na hora do almoço;

3         Preste atenção nos preços incoerentes com os procedimentos;

4         Não existe lipoaspiração segura em consultórios!

5         Não existem novidades o tempo todo. “Existem sim, boas técnicas estabelecidas que quando bem usadas geram excelentes resultados”, esclarece o cirurgião plástico Miguel Sorrentino;

6         Organize-se antes da operação para não ficar preocupada com assuntos ligados ao trabalho ou ao lar. Na recuperação, sua saúde é prioridade;

7         Obedeça todas as recomendações feitas pelo médico. Por isso, respeite o período de recuperação;

8         Informe-se sobre as restrições que envolvem cada etapa da operação;

9         Só tome analgésicos e antiinflamatórios prescritos pelo médico, caso tenha algum desconforto. Evite a automedicação;

10     Compareça a todas as consultas de acompanhamento determinadas por seu cirurgião plástico. Portanto, siga ás recomendações à risca

Cuidados pré-operatórios

– O primeiro ponto primordial, claro, é a escolha de um profissional qualificado e uma clínica de confiança.

– O pré-operatório é essencial para o sucesso de qualquer cirurgia. “Cuidar do corpo e prepará-lo para o procedimento ajuda muito na recuperação

– Caso o paciente esteja com gripe ou infecção, a cirurgia deve ser adiada.

– Evitar bebidas alcoólicas e comidas pesadas na véspera da cirurgia.

– Não tomar 30 dias antes da cirurgia anticoncepcional oral ou injetável.

– Evitar exposição solar, pelo menos, uma semana antes do procedimento.

– Fazer uma drenagem linfática para eliminar toxinas do organismo.

Cuidados pós-operatórios

– Após a cirurgia plástica, é hora de cuidar do pós-operatório e tudo deve ser seguido à risca para evitar cicatrizes, inflamações, inchaços e outras complicações.

– Repouso de, pelo menos, 20 dias, dependendo de cada caso.

– Voltar ao hospital ou clínica para troca de curativos nos dias agendados.

– Ter uma alimentação leve e saudável.

– Usar cintas sempre que for possível e indicado.

– A cicatriz leva pelo menos 45 dias para ter uma força razoável. Espere dez dias para fazer ginástica ou exercícios que causem compressão sanguínea no olho. Evite movimentos que forcem a cicatriz.

Cirurgias plástica para corrigir imperfeições na face são muito procuradas nesta época do ano
Cirurgia plástica para corrigir imperfeições na face são muito procuradas nesta época do ano

As cinco dúvidas mais comuns sobre cirurgia plástica – Por André Maranhão

1 – Qual o primeiro passo para quem quer fazer uma cirurgia plástica? 

Toda cirurgia plástica exige a avaliação inicial sob consulta médica, que deverá ser realizada por um profissional habilitado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Isto pode ser verificado facilmente pelo site www.cirurgiaplastica.org.br na aba busque seu médico.

2 – Quais exames são necessários antes da cirurgia plástica? 

A partir da definição do plano cirúrgico do paciente, serão estabelecidos os exames necessários para aquela cirurgia, mas sempre a critério médico. Em geral, são solicitadas uma rotina de sangue, urina, radiografia de tórax, eletrocardiograma, e de acordo com a área a ser operada um exame das mamas ou do abdome.

3 – Por que os fumantes são considerados grupo de risco?

O paciente fumante classicamente submete o organismo a um desgaste crônico pelas toxinas do cigarro, o que pode levar a problemas pulmonares ou cardíacos em determinadas circunstâncias. Do ponto de vista da pele, ela se apresenta em geral com uma menor circulação potencial, pelo efeito chamado vasoconstricção. Este efeito pode prejudicar a cicatrização pois os nutrientes e a oxigenação necessária não chegam de forma adequada.

4 – É importante que o médico seja registrado na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Por quê?

Ser um cirurgião plástico membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, significa que este profissional passou por um treinamento amplo, além do curso de medicina (6 anos), caracterizado por uma pós-graduação de Cirurgia Geral de dois a três anos e outra pós-graduação de 3 anos de Cirurgia Plástica, sendo que ao final desta ainda foi submetido a provas prática e teórica do Título de Especialista de Cirurgia Plástica. Este título é conferido pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e pela Associação Médica Brasileira.

5 – Qual o local mais apropriado para as cirurgias plásticas? Todos os procedimentos precisam ser liberados pela Anvisa? 

O local adequado é um centro cirúrgico dentro de uma clínica especializada de grande porte ou um hospital. Estas estruturas possuirão setores de apoio para a segurança do procedimento, tais como Central de Esterilização, Gerenciamento de Resíduos, Lavanderia Hospitalar, Banco de Sangue, e até mesmo Centro de Terapia Intensiva (este não é obrigatório mas é recomendável). Todos os estabelecimentos que podem realizar este procedimento deverão possuir liberação pela Vigilância Sanitária ligada a Anvisa. Qualquer produto ou material empregado na cirurgia ou procedimento invasivo (preenchimentos ou implantes) deverão ser Registrados na Anvisa.

Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!

You may like

In the news
Leia Mais
× Fale com o ViDA!