Auriculoterapia e seitai podem ajudar a tratar a dor na coluna

Auriculoterapia e seitai ajudam a tratar dor na coluna. Entenda essas duas técnicas integrativas complementares

auriculoterapia
Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!

Uma noite mal dormida, uma sacola muito pesada, um dia inteiro sentado na frente do computador… São várias as situações que fazem as costas entrarem em crise. E o cenário não é nada promissor: mais de 20 milhões de brasileiros, acima dos 18 anos, possuem problemas crônicos de coluna. Os dados são fruto da Pesquisa Nacional de Saúde Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada em 2013, como parte da Pesquisa Nacional de Saúde.

Em busca de alívio para as dores, muitas pessoas procuram por tratamentos que ajudem a aliviar os sintomas, que podem variar de inchaço a rigidez, dependendo da causa da dor. De acordo com a terapeuta Lourdes Nepomuceno, da Aroma de Flor Terapias Alternativas, a procura pelas terapias complementares se dá ao fato das pessoas procurarem um tratamento pouco invasivo e que traga nada além e benefícios.  Entre os mais procurados por quem sofre de dores crônicas na coluna estão a auriculoterapia e o seitai.

A auriculoterapia tem o mesmo princípio da acupuntura, com a diferença de que todos os pontos estimulados encontram-se na orelha. A orelha é um microssistema onde estão localizados todos os órgãos e vísceras.

“Entendemos que o corpo humano pode ser representado na orelha, no formato de um feto e, por isso, cada ponto se refere a uma parte específica do corpo. Assim, quando esse ponto é estimulado, é possível tratar problemas ou aliviar sintomas nesse mesmo local”, explica a terapeuta.

A estimulação dos pontos específicos da orelha serve para aliviar dores ou tratar diversos problemas físicos ou psicológicos, como ansiedade, enxaqueca, obesidade, TPM ou contraturas.

Para o tratamento utiliza-se agulhas, cristais de quartzo, sementes, eletroestimulação diretamente sobre os pontos previamente identificados, com objetivo de tratar as disfunções, promover analgesia e equilíbrio geral do organismo.

Seitai: atletas buscam técnica japonesa

Já o Seitai, é uma técnica japonesa que promove um tratamento alternativo para correção de desajustes da coluna e das articulações.  “É uma técnica milenar, criada pelos samurais para curar os feridos em batalhas, e é realizada através de toque profundos no corpo que agem sobre tendões, nervos, cadeias musculares e segmento vertebral, corrigindo problemas que afetam a morfologia e a biomecânica do corpo”, afirma.

Voltado para diversos problemas que afligem a coluna vertebral, tais como: escoliose, hiperlordose, hipercifose, subluxações, hérnia de disco, osteófitos, espondilolistese, cervicobraquialgias, lombociatalgias e outros. Seitai promove um relaxamento muscular profundo com ajustes através de manobras específicas para a reacomodação do que estava em desalinho.

O Seitai é muito procurado por atletas que participam de campeonatos que relatam melhora no rendimento e resultados. “Para isso é indicado uma sessão antes para preparar o corpo e uma sessão após para realinhar o que ficou em desalinho, como faziam os samurais”, explica a terapeuta.

Uma das vantagens é que já na primeira sessão a melhora é imediata e os movimentos são restabelecidos.

Leia mais

Acupuntura reduz a dor de pacientes com doença falciforme
Práticas integrativas auxiliam pacientes com sequelas pós-Covid
Má postura ou escoliose? Entenda esse problema de coluna
Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!

You may like

In the news
Leia Mais
× Fale com o ViDA!