Alerj promove campanha de doação de sangue

Ação acontece na terça-feira (8/8) e a expectativa é de que seja possível coletar sangue para beneficiar 560 pessoas

Doação de sangue na Semana da Saúde, no Rio de Janeiro (Foto: Mauricio Basílio / SES-RJ)
Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) vai promover, em parceria com o Hemorio, um dia de doação de sangue. Nesta terça-feira, dia 8/8, das 10h às 15h, a sede do Parlamento será ponto de coleta do material, que é utilizado para dar suporte às principais emergências, maternidades e unidades de saúde do Estado do Rio. A expectativa dessa campanha de solidariedade é coletar material suficiente para ajudar cerca de 560 pessoas, isso porque cada bolsa de sangue tem capacidade para 450 ml, quantidade que pode salvar até quatro vidas.

A estrutura será montada na galeria do plenário da Assembleia, que fica no térreo do prédio localizado na Rua da Ajuda, nº 5, no Centro do Rio. A ação mobilizará tanto os servidores da Casa quanto a população em geral que desejarem participar da campanha. O Hemorio disponibilizará seis cadeiras de doação e o Departamento Médico da Alerj, que é o organizador da iniciativa, oferecerá suporte aos doadores.

“Essa é mais uma importante ação da Alerj voltada à população. Destaco também a parceria com o Hemorio, que realiza um fundamental e elogiável trabalho na captação de sangue para as pessoas que mais necessitam. Convoco a todos que possam participar dessa campanha de solidariedade que compareçam à Assembleia e façam a sua doação”, disse o presidente da Alerj, deputado Rodrigo Bacellar (PL).

Já o diretor do Departamento Médico da Casa, Samy Chitayat, destacou que a doação é fundamental para garantir a sobrevivência de pacientes que tratam câncer, passaram por trauma, sofrem de anemia aguda ou crônica ou que precisam passar por cirurgias de grande porte. O médico também afirmou que a Alerj está comprometida em ajudar essa causa.

“Doar e incentivar a doação de sangue é uma das melhores formas de exemplificar o cuidado, a empatia e a responsabilidade que devemos ter com o outro. Não é preciso ser médico para salvar vidas!”, disse Samy.

Para que todas as pessoas que precisam de sangue recebam o material, é necessário ter de 1,5% a 3% como doadores regulares, segundo os parâmetros estabelecidos pela Organização Mundial de Saúde (OMS). O Brasil, no entanto, fica muito próximo da margem mínima de coleta: apenas 1,8% da população brasileira contribui regularmente.

“É muito importante garantir que os estoques estejam abastecidos para dar suporte àqueles que precisam e permitir que as emergências atuem de forma tranquila. Não deixe de participar da ação e fazer a sua parte”, ressaltou o diretor geral do Hemorio, Luiz Amorim.

Leis da Alerj incentivam a doação

A Assembleia já vem fomentando a doação de sangue por meio de leis aprovadas na Casa. Uma delas é a Lei nº 4.002/02, que garante a doadores prioridade no atendimento nas repartições públicas estaduais.

A medida determina que os voluntários receberão do Hemorio uma carteira de doador para apresentarem em situações onde eles necessitem fazer uso desse benefício. Já a Lei nº 7.878/18 oferece preferência aos doadores regulares na imunização contra o vírus influenza.

Quem pode doar?

Para ser um doador é preciso ter entre 16 e 69 anos e pesar no mínimo 50 kg, e também é necessário portar um documento de identidade oficial com foto. Em caso de menores de idade, os jovens de 16 a 17 anos deverão apresentar autorização e identidade dos pais ou responsáveis legais – o documento pode ser baixado no site do Hemorio.

Mulheres grávidas, lactantes, pessoas que tenham tido ou sido expostas a doenças transmissíveis pelo sangue, como sífilis, AIDS, hepatite e doenças de Chagas não podem doar.

Voluntários que fizeram tatuagens e piercings só podem participar da doação depois de seis meses dos procedimentos. Para realizar o procedimento, não é necessário estar em jejum, apenas evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação e não ingerir bebidas alcoólicas 12 horas antes.

Homens podem doar até quatro vezes por ano, enquanto mulheres apenas três. É importante destacar também que a doação não oferece risco de contaminação, já que o material usado é descartável.

SERVIÇO:

Doação de sangue na sede da Alerj

Data: 08/08

Horário: das 10h às 15h

Local: Rua da Ajuda, nº 5 – Centro/RJ (na galeria do plenário da Alerj).

Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!

You may like

In the news
Leia Mais
× Fale com o ViDA!