8 conselhos para não cair nos ‘golpes do amor’

Advogado especialista em crimes digitais explica que criminosos seduzem as vítimas em apps de encontros para conseguir vantagens financeiras

Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!

O clima de amor está no ar. Mas, nem todo romance é seguro. O número de pessoas vítimas dos chamados ‘golpes do amor’ têm crescido e já aparecem em alguns tribunais. A armadilha é muito simples.  O criminoso cria perfis fakes nos aplicativos de relacionamento e aborda possíveis vítimas com um papo envolvente.

De acordo com Francisco Gomes Júnior, advogado especialista em Direito Digital e Crimes Cibernéticos e presidente da Associação de Defesa de Dados Pessoais e do Consumidor (ADDP), após conquistar a confiança da vítima, o golpista promete supostas vantagens financeiras e acaba por induzi-la a fazer investimentos, transferências financeiras, além do roubo de dados, direcionamento para cliques em links maliciosos, sextorsão (convence a vítima a enviar fotos íntimas para depois chantageá-la), ou seja, tenta aplicar algum tipo de golpe.

“O fim é sempre o mesmo. O golpista após ‘conquistar’ a vítima e convencê-la, acaba por desaparecer. São golpes que podem ser evitados, mas muitas vezes as pessoas caem por inocência, distração ou impulso. É preciso desconfiar de grandes vantagens e do vitimismo nos aplicativos, as chances de ser golpe são exorbitantes e as maneiras de aplicá-los fica cada vez mais sofisticada”, explica o advogado.

Segundo ele, o criminoso sempre buscará um ponto fraco, um atrativo que faça com que a vítima reduza seu nível de atenção e por impulso tome uma atitude que se pensasse com calma certamente evitaria. “O fim não precisa ser o mesmo. Desconfie, pesquise e caso seja vítima de algum golpe, denuncie registrando um boletim de ocorrência com todas as provas existentes”, conclui o especialista.

Para não cair na roubada, partindo o coração e prejudicando a conta bancária o especialista dá algumas dicas muito importantes:

1- A Plataforma Google possui um aplicativo chamado Google Lens. A ferramenta permite que você pesquise a foto do perfil da pessoa, para que possa encontrar perfis com a mesma foto;

2- Leia com atenção os termos de usos dos aplicativos, alguns realizam gravações e fazem monitoramento de conteúdo, deixando o usuário mais vulnerável;
3- Ative sempre os dispositivos de bloqueio em duas etapas nos apps;
4- Desconfie daquelas pessoas que fazem juras de amor logo nos primeiros contatos insistindo para obter informações pessoais;
5- Suspeite se a pessoa pedir dinheiro emprestado ou compartilhar alguma ação de doação;
6- Não aceite um encontro imediato, prefira passar mais tempo conversando antes do encontro presencial para saber mais informações um do outro;
7- Nunca envie fotos comprometedoras. Fotos também são dados pessoais e podem ser expostas;
8– Se achar que é o momento certo, marque o encontro em local público e faça uma chamada de vídeo antes para confirmar se a pessoa é real.

Palavra de Especialista

Golpes em aplicativos envolvem até falsos perfis de celebridades

Por Francisco Gomes Júnior *

Todas as semanas novos golpes digitais são relatados, todos com o mecanismo básico de convencer a vítima a obter um ganho e de se aproveitar daquela oportunidade. São ofertas de produtos por menos da metade do preço, empréstimos sem juros e com crédito pré-aprovado, venda de veículos muito abaixo dos valores de tabela, dentre tantos outros exemplos.

Mesmo com constantes dicas de prevenção divulgadas pelos meios de comunicação, autoridades policiais e especialistas, as fraudes continuam em crescimento no país. Em 2001 foram cerca de 2 milhões de golpes reportados e neste ano estima-se um crescimento de ao menos 50%.

Com as pessoas mais alertas, os golpes tornam-se mais sofisticados. Os golpes neste ano incrementaram dois novos elementos, o emocional afetivo e a presença de celebridades.

O aspecto emocional surge nos golpes do amorgolpe do Tinder e até mesmo no golpe do nudes, que são golpes que mexem com o aspecto afetivo da vítima, geralmente de carência física ou sentimental. E os golpes com celebridades são aqueles que utilizam a imagem de pessoas conhecidas, sem que elas saibam, para vender produtos, cursos e outros serviços. A presença de alguém conhecido e com boa imagem traz a credibilidade necessária.

golpe do amor ou Tinder é aquele em que o golpista encontra o perfil da vítima em um aplicativo de namoro, estabelece contato, começa a conversar diariamente e vai conquistando a confiança aos poucos.

Quando o processo estiver mais evoluído, o golpista irá pedir, em alguma emergência, que a vítima faça algum pagamento, empreste o cartão de crédito ou faça uma transferência para sua conta, com a promessa de posterior devolução, que nunca virá. Os filmes “O Golpista do Tinder” e “Inventando Ana”, ambos exibidos na Netflix, exemplificam estes golpes.

golpe do nudes geralmente se inicia com uma mensagem em rede social com a legenda “quero mandar um nudes para você, tenho esse fetiche”. Ao responder à mensagem, a vítima recebe a foto e, em poucos dias, também estará em contato com a pessoa que a enviou.

Até que, em certo momento, será abordado por outro golpista que se dirá pai da menina que mandou as fotos e que ela é menor de idade. Para que a vítima não seja denunciada à polícia, deverá efetuar um pagamento. É uma extorsão.

Em relação às celebridades, simplesmente se utilizam de fotos delas para promover algo, para dar credibilidade a algum produto ou venda. “Pode parecer caricato, mas não me surpreenderei se surgirem perfis da Gisele Bündchen em perfis de namoro e amizade agora que houve o anúncio do divórcio dela.

Não quero brincar com uma situação extremamente sensível, sobretudo para quem está se divorciando, mas não é impossível que golpistas queiram se passar por ela (uma celebridade mundial), criem uma engenharia social que levem vítimas a acreditar que se trataria dela mesma, para que, com isso, consigam arrancar dinheiro dos iludidos.

Parece exagero? Muitos golpes parecem absurdos, até acontecerem. Então fica o aviso, não se empolgue se encontrar Gisele Bündchen no Tinder. Como diz o ditado “o golpe está aí, cai quem quer”, avalia o especialista.

Sócio da OGF Advogados. Presidente da Associação de Defesa de Dados Pessoais e do Consumidor (ADDP). Autor do livro Justiça Sem Limites. Instagram: https://www.instagram.com/franciscogomesadv/

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!

You may like

In the news
Leia Mais
× Fale com o ViDA!