Brasil tem 14 mil suicídios por ano: a melhor prevenção é a informação

Confira uma série de atividades gratuitas voltadas a informar a população em geral e nas empresas sobre prevenção ao suicídio

Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!

Todos os dias uma média de 38 suicídios são registrados no Brasil. Por ano, são aproximadamente 14 mil casos. Os números preocupam as autoridades de saúde e foram revelados na última pesquisa realizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). O que se sabe é que praticamente 100% de todos os casos estavam relacionados a doenças mentais, principalmente não diagnosticadas ou tratadas incorretamente. E a maioria das mortes poderia ter sido evitada se esses pacientes tivessem acesso ao tratamento psiquiátrico e informações de qualidade.

Segundo a OMS, o suicídio continua sendo uma das principais causas de morte no mundo, sendo responsável por uma em cada 100 mortes. Em todo o mundo, o suicídio é responsável por ao menos 800 mil mortes anualmente. Na prática, isso significa que a cada 40 segundos uma pessoa tira a própria vida. É difícil, delicado, mas necessário falar sobre suicídio. O estigma, os recursos limitados e a falta de conscientização continuam sendo as principais barreiras para a busca de ajuda quando se faz necessária, destacando a necessidade de alfabetização em saúde mental.

Para evitar que esses números cresçam, já que o suicídio ainda é uma triste realidade, a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), em parceria com o Conselho Federal de Medicina (CFM) realiza anualmente o Setembro Amarelo, uma campanha de conscientização que visa justamente criar diálogos sobre o tema com foco na prevenção.

“Por muito tempo, por razões religiosas, morais e culturais, o suicídio foi e ainda é pra muita gente, considerado um grande ‘pecado’, talvez o pior deles. Por esta razão, ainda temos medo e vergonha de falar abertamente sobre esse importante problema de saúde pública”, explica a professora da Faculdade de Medicina de Jaú, a psicóloga Ana Paula Gasparotto Paleari.

Segundo ela, por esse motivo, assim como a dificuldade em buscar ajuda, a falta de conhecimento e de atenção sobre o assunto por parte dos profissionais de saúde, e a ideia errônea de que o comportamento suicida não é um evento frequente, contribuem com barreiras para a prevenção. “Lutar contra esse tabu é fundamental para que a prevenção seja bem-sucedida e o paciente suicida seja compreendido em seu sofrimento e em sua escolha de vida”. ressalta.

Faculdade de Medicina de Jaú realiza o Simpósio de Prevenção ao Suicídio

Pegando carona nesse mês, a Liga Acadêmica de Atenção Psicossocial da Faculdade de Medicina de Jaú realiza o Simpósio de Prevenção ao Suicídio. O evento será na segunda-feira (5), no Auditório Pitangueiras, a partir das 18h. Trata-se de uma atividade de extensão presencial e que tem como principal público-alvo acadêmicos e interessados. O foco principal dos temas a serem debatidos é a psiquiatria na medicina generalista, tendo em vista a grande necessidade de médicos atenderem a demanda de pacientes com ideação e tentativas de suicídio.

Os temas que serão abordados são os seguintes: identificação de sinais e condutas a paciente suicidas; fatores de risco e prevenção; e posvenção do paciente suicida. Na segunda-feira, a programação começa às 18h com apresentação. Às 18h15, a psiquiatra  Vivian Irusta vai proferir a palestra “psiquiatria na medicina generalista: posvenção de paciente suicida, um risco latente”. Às 19h, os fatores de risco e prevenção do suicídio serão tema da palestra da psicóloga Camila Beltrame Benedicto dos Santos.  E às 20h05, o psiquiatra Daniel Ferreira Manzo abordará a identificação de sinais e condutas a pacientes suicidas.

As inscrições já estão abertas e podem ser feitas no site clicando neste link até o meio dia do dia 5 de setembro. A organização pede para que o interessado leve um quilo de alimento não perecível, para que seja destinado à Associação Thereza Perlatti de Jaú. É o hospital psiquiátrico de Jaú que recebe alunos da Unoeste para estagiarem e realizarem atividades extras.

Campanha de conscientização para lideres e equipes de recursos humanos

Para ajudar as organizações a promoverem espaços seguros, onde os colaboradores possam falar enquanto estão mentalmente saudáveis, prevenindo o desenvolvimento de questões mais graves, o Wellz, solução de saúde mental desenvolvida pelo time do Gympass que apoia as empresas na gestão do bem-estar emocional dos seus times, lançou uma campanha de conscientização.

A campanha é destinada para líderes e times de recursos humanos e conta com um portal repleto de dicas e informativos, cujo principal objetivo é ajudar as empresas a se posicionarem de forma preventiva, incentivando um ambiente de trabalho seguro para o debate sobre questões de saúde mental, que promova a importância do bem-estar emocional.

No dia 9 de setembro, véspera do Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, às 9h, o Wellz promoverá o webinar Setembro Amarelo nas Empresas: promoção de Saúde Mental e Segurança Psicológica”. Inscrições neste link. A conversa, gratuita e online, visa debater a importância da promoção de ambientes de trabalho e culturas organizacionais saudáveis e contará com a presença dos especialistas Ines Hungerbühler, psicóloga, PhD e líder do Time Clínico do Wellz, Karen Scavacini, CEO do Instituto Vita Alere de Prevenção e Posvenção do Suicídio, e Luca Borroni, professor, PHD e diretor acadêmico da Brain Business School.

Além disso, o Wellz criou uma avaliação online de múltipla escolha com 5 perguntas para ajudar os RHs das empresas a medir o quão seguro é o seu ambiente de trabalho, baseado no modelo teórico de Amy C. Edmondson, professora de Liderança e Gestão da Harvard Business School, que examina em sua pesquisa acadêmica a segurança psicológica nas organizações.

O preenchimento é feito em poucos minutos, as respostas são anônimas e o resultado do teste sai na hora. O objetivo é propor a reflexão sobre como mensurar se o espaço de trabalho é um ambiente psicologicamente seguro. As empresas interessadas podem preencher o questionário neste link.

Para que as empresas compreendam ainda mais sobre a importância do assunto, Wellz também oferece um e-book gratuito. O material aborda diversos tópicos relevantes como ações para combater o estigma em saúde mental, dicas para o RH promover conversas sobre prevenção ao suicídio, contatos para casos de emergência e ferramentas para promover espaços saudáveis. O e-book está disponível neste site. A campanha tem apoio do Gympass, Vita Alere, ABRH, Feedz, RH Portal, Sólides e Creditas.

Palestra gratuita sobre a campanha em clínica no Rio

No mês de prevenção ao suicídio, que este ano terá como lema “A vida é a melhor escolha”, a Casa de Saúde Saint Roman, no Rio de Janeiro, vai iluminar sua fachada e alguns pontos da clínica na cor amarela. Além disso, o Centro de Estudos da Casa vai promover uma palestra gratuita aberta ao público no dia 16 de setembro, às 14h.

O médico psiquiatra clínico e forense Almir Marcelo e a psicóloga Juliana Bomgharem vão falar sobre o tema ‘Setembro Amarelo: Campanha pela vida’ . A clínica fica na Rua Almirante Alexandrino, 1342 a 1368, Santa Tereza.  Mais informações: (21) 3861-8100 / 3861-8127 / 3861-8128 / 3861-8148.

Psicóloga fala sobre amor, liberdade e solitude

“Amor, liberdade e solitude: experiências para a realização pessoal” é o tema do bate-papo da psicóloga Alice Paz, no Kornerz Talks, no app da Kornerzna quarta-feira, 14 de setembro, às 20h, com participação aberta a todos. O encontro será na sala Psicóloga Transpessoal Alice Paz”. O app está disponível para  download nos sistemas Android e iOS.

Com objetivo de promover o reconhecimento de padrões psicológicos que se apresentam em nossas histórias de vida e relacionamentos; a identificação de crenças limitantes e crenças propulsoras para o nosso desenvolvimento; o amadurecimento da autorresponsabilidade nas escolhas, Alice traz uma troca intuitiva, para facilitar o processo de autoconhecimento do ser humano.

Com Assessorias (atualizado em 13/9/22)

Confira o Especial Setembro Amarelo do Portal ViDA & Ação

Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!

You may like

In the news
Leia Mais
× Fale com o ViDA!