Feriados e festas de fim de ano agravam estoques nos bancos de sangue

Banco de Sangue Serum, no Rio, faz ação em shopping de Caxias e abre no feriado de Finados. Fundação Pro-Sangue em SP também pede doações

Doação de sangue para o Hemorio na Câmara Municipal de Vereadores (Foto: Divulgação)
Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!

A doação de sangue proporciona chance de vida e esperança aos pacientes internados que necessitam de transfusões, entre eles, os que têm anemia falciforme, os que estão em tratamentos de câncer, as vítimas de acidentes de trânsito e queimaduras, além dos pacientes que serão submetidos a cirurgias de médio e grande porte, como cardíacas e transplantes. Mas a chegada dos feriados de novembro e a proximidade das festas de fim de ano assustam os bancos de sangue do país, que já se veem às voltas com a reposição dos estoques o ano inteiro.

A situação tende a se agravar nos períodos de feriado, pois muitos doadores viajam, deixando de doar sangue temporariamente, ao passo que a demanda nos hospitais cresce, principalmente em decorrência do aumento de acidentes de trânsito nas estradas. Às vésperas do Dia de Finados (2), o GSH Banco de Sangue Serum, no Rio de Janeiro, fez um alerta de que os estoques sanguíneos estão muito baixos, cerca de 60% abaixo do nível ideal.

“Teremos três feriados neste mês de novembro (Finadosdia 2, Proclamação da República, 15, e Consciência Negra, 20), fato que nos preocupa, pois já estamos enfrentando uma situação crítica de queda nas doações. Porém, estamos nos mobilizando para convocar os doadores, que podem se programar para doar sangue antes de viajar, ou até mesmo no feriado, para aqueles que ficam na cidade”, explica Mario Sampaio, profissional da captação de doadores da instituição.

Além dos feriados prolongados que afastam os doadores, os estoques do GSH Banco de Sangue Serum já vinham sofrendo quedas críticas, em razão das fortes ondas de calor. De acordo com a instituição, a instabilidade do clima – que oscila entre calor e chuvas – impacta na queda das doações, pois há um aumento de gripe na população, fazendo com que muitos doadores se tornem inaptos temporariamente.

O diretor do Hemorio, Luiz Amorim, diz que a preocupação é a mesma todo fim de ano: a queda acentuada das doações de sangue e a baixa no estoque no principal hemocentro do Estado do Rio de Janeiro, nesta temporada de feriados e festas. Ele ressalta a importância da doação de sangue com o objetivo de manter os estoques regulares, fundamentais para garantir suporte às principais emergências, às maternidades e às unidades de saúde do Estado do Rio.

O problema não é só no Rio de Janeiro. De acordo com os parâmetros da Organização Mundial de Saúde (OMS), para manter os estoques regulares, é preciso que de 1,5% a 3% da população doem regularmente. O Brasil tem hoje 1,8% de doadores. Em todo o país, são coletadas por ano uma média de 3,5 milhões de bolsas de sangue.

São Paulo também pede doações

Em São Paulo, os estoques de sangue dos tipos O+ e O- nos bancos da Fundação Pró-Sangue também estão em nível crítico e os tipos A- e B- estão em alerta para possível desabastecimento. Mensalmente, a Fundação coleta e processa aproximadamente 10 mil bolsas de sangue, destinadas ao atendimento de mais de 80 instituições públicas de saúde da rede estadual, entre o Hospital das Clínicas, o Instituto do Coração, o Instituto do Câncer de São Paulo e o Hospital Dante Pazzanese.

Quando o estoque de um tipo sanguíneo atinge o nível crítico, significa que a quantidade disponível é suficiente para atender a demanda de até dois dias, dependendo do volume solicitado. O banco de sangue é atualizado diariamente, mas os tipos O-, O+ e B- são os que, historicamente, necessitam de mais doações, já que a rotatividade é muito grande, de acordo com a Pró-Sangue.

Durante os feriados prolongados, há um volume maior de pessoas circulando pelas estradas, o que pode aumentar o número de acidentes e, por consequência, a demanda por transfusões. Por isso, o Governo de SP, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), está solicitando à população a ir ao posto de coleta mais próximo para doar sangue.

“Um feriado é algo muito bom para todo mundo, mas para nós que trabalhamos nos bancos de sangue ou mesmo para os nossos pacientes é um momento complicado, porque os doadores não comparecem. Nos feriados, os estoques caem de 30 a 40%. Por isso, pedimos que as pessoas compareçam aos hemocentros antes dos feriados.”, afirma a diretora de Relações Externas e Intercâmbios da Fundação Pró-Sangue, Carla Luana.

Segundo ela, a bolsa de concentrado de hemácias tem validade de 42 dias e o plasma de pelo menos um ano. “Assim, poderemos passar nossos feriados tranquilos, atendendo aos pacientes sem nos preocuparmos com o desabastecimento”, reforça.

Ação em shopping e atendimento normal nos bancos de sangue no feriado

Nos dias 31 de outubro e 1º de novembro, das 10h às 18h, os frequentadores do Caxias Shopping terão nova oportunidade de participar da quarta edição da Campanha de mobilização para doação de sangue, que acontece nas instalações do centro comercial, na Rodovia Washington Luiz 2895, em parceria com o GSH Banco de Sangue Serum.

Será montada uma estrutura em uma das lojas do shopping com equipes de profissionais do GSH que farão a recepção, a triagem e a coleta dos doadores, em um ambiente apropriado e seguro com capacidade para receber cerca de 150 bolsas de sangue ao longo de cada dia.

Nesta quinta-feira, 2 de novembro, Dia de Finados, assim como nos demais feriados do mês, dias 15 e 20, o GSH Banco de Sangue Serum funcionará normalmente, recebendo os doadores das 7h às 18h. “Mesmo no feriado, a pessoa doadora pode efetuar esse gesto solidário e ainda tem tempo de curtir o dia com os amigos e a família”, diz Mário.

São três endereços: na Av. Marechal Floriano 99, no Centro, e no Casa Shopping – Barra, e Av. Henrique Duque Estrada Meyer – Posse, Nova Iguaçu. As três unidades abrem diariamente, inclusive aos finais de semana e feriados. A instituição disponibiliza transporte para grupo de doadores. Para solicitar, basta entrar em contato pelos telefones: Centro – (21) 3233-5950; Barra – (21) 3030-6761 / 6762.

Hemorio – O salão de doadores do Hemorio informa que funciona todos os dias, das 7 às 17h, incluindo sábados, domingos e feriados, e fica situado à Rua Frei Caneca 08, no Centro do Rio de Janeiro. A unidade disponibiliza um serviço de informações, o Disque-Sangue (0800 282 0708), que esclarece dúvidas e informa o endereço dos outros 25 postos de coleta distribuídos no Estado. A ligação é gratuita e o atendimento é realizado de segunda a sexta, das 7h às 16h.

Câmara de Vereadores coleta bolsas para salvar quase 300 vidas

O Salão Nobre do Palácio Pedro Ernesto, na Cinelândia, recebeu pelo terceiro ano consecutivo um mutirão para doação de sangue. A parceria entre Hemorio e Câmara Municipal do Rio de Janeiro, que tem como objetivo aumentar os estoques de sangue, reuniu interessados em praticar o ato solidário. Somente com a quantidade de bolsas coletadas nesta segunda-feira (30/10) será possível salvar 296 vidas.

Diretor-geral do Hemorio, Luiz Amorim destacou que cada bolsa doada pode salvar até quatro vidas. Segundo ele, são necessárias pelo menos 300 novas bolsas de sangue por dia para atender a demanda dos pacientes do estado. “Todo o sangue coletado é usado principalmente em grandes emergências como acidentes de trânsito, em cirurgias e em pacientes com doenças oncológicas e hematológicas”.

A administradora de empresas Lidia da Silva, de 48 anos, ressaltou a praticidade do mutirão e logo resolveu aderir à causa. “Não tinha me programado para doar, mas parei aqui para fazer minha parte”, afirmou Lidia.

O jornalista Alexandre Fernandes, 44 anos, já tinha participado dos outros dois mutirões anteriores. “Essa é a terceira vez que doo aqui na Câmara. Facilita muito para quem trabalha no prédio e nos arredores. A doação é um ato de amor muito simples e que pode fazer diferença na vida de milhões de pessoas”.

Enfermeira do Hemorio há 11 anos, Lúcia Garcia destacou o empenho de todos os profissionais envolvidos na coleta. “Temos uma equipe preparada para atender a população. Os jovens estão mais conscientes e têm mais informações. Estamos realizando muitas ações também em universidades”, disse Lúcia.

Requisitos básicos para doação

O doador não precisa se preocupar porque a coleta é um processo totalmente seguro. Todo o material utilizado é estéril, descartável e de uso individual. Antes da coleta, é feita uma triagem com questionário e entrevista para descobrir se o cidadão está apto a fazer a doação.

É fundamental apresentar um documento de identidade original com foto, estar em boas condições de saúde, pesar, no mínimo, 50 kg, e ter entre 16 e 69 anos. Jovens com 16 e 17 anos podem doar com autorização dos pais e / ou responsáveis legais e um documento de identidade original desse responsável.

O doador não pode estar em jejum. Além disso, é preciso evitar alimentos gordurosos nas três horas que antecedem a doação e a ingestão de bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores. Pessoas que tenham se tatuado ou colocado piercing poderão doar sangue seis meses após o procedimento. Já as gestantes e lactantes não podem doar.

Mário esclarece que bastam apenas cerca de 40 minutos, para efetuar todo o processo de doação, que é indolor, e, logo após, a pessoa está apta a seguir com suas atividades de rotina.

Confira os pré-requisitos:

• Boas condições de saúde

• Ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos

• Pesar no mínimo 50kg

• Estar descansado

• Estar alimentado (sem alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem o procedimento)

• Apresentar documento original com foto recente

Principais impedimentos temporários

• Resfriado (aguardar 7 dias após desaparecimento dos sintomas)

• Gravidez

• Amamentação

• Ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação.

• Situações nas quais há maior risco de adquirir doenças sexualmente transmissíveis

• Exames endoscópicos, extração dentária e cirurgias com anestesia geral

• Vacinas (consultar Pró-Sangue ou outro local de doação)

• Viagens (consultar Pró-Sangue ou outro local de doação)

Principais impedimentos definitivos

• Evidência clínica ou laboratorial de doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue, como Hepatites B e C, HIV e Doença de Chagas

• Uso de drogas ilícitas injetáveis

A lista completa com os requisitos pode ser acessada no site www.prosangue.sp.gov.br. O horário de atendimento dos postos e outras informações também estão disponíveis de forma online.

Pré-requisitos do Serum para doação de sangue

  • Apresentar um documento oficial com foto (RG, CNH etc.) em bom estado de conservação;
  • Ter idade entre 16 e 69 anos desde que a primeira doação seja realizada até os 60 anos (menores de idade precisam de autorização e presença do responsável legal no momento da doação);
  • Não é permitido realizar doação acompanhado de menores de 12 anos (exceto se o menor estiver acompanhado de dois adultos, sendo necessário o revezamento dos mesmos enquanto acontece a doação);
  • Estar em boas condições de saúde, se sentindo bem, sem qualquer sintoma;
  • Pesar a partir de 50 kg e ter dormido ao menos 6h na última noite;
  • Não ter feito uso de bebida alcoólica nas últimas 12 horas;
  • Não é necessário estar em jejum, evitar alimentos gordurosos;
  • Se fez tatuagem e/ou piercing, aguardar 12 meses. Exceto para região genital e boca (12 meses após a retirada);
  • Em caso de diabetes, deverá estar controlada e não fazer uso de insulina;
  • Se passou por endoscopia ou procedimento endoscópico, aguardar 6 meses;
  • Não ter tido Doença de Chagas e Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST);
  • Candidatos que apresentaram sintomas de gripe e/ou resfriado devem aguardar 7 dias após cessarem os sintomas e o uso das medicações;
  • Aguardar 48h para doar caso tenha tomado a vacina da gripe, desde que não esteja com nenhum sintoma.

Consulte a equipe do banco de sangue em casos de hipertensão, uso de medicamentos e cirurgias

Com Assessorias

 

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!

You may like

In the news
Leia Mais
× Fale com o ViDA!