Procura por antigripais aumenta 97% em um ano

Esse é o índice registrado pela InterPlayers no período de fevereiro/2021 a janeiro/2022 em comparação com os 12 meses imediatamente anteriores

Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!

Levantamento feito pela InterPlayers, hub de negócios da saúde e bem-estar, mostra que houve aumento médio de 97% na venda de antigripais no período de fevereiro/2021 a janeiro/2022 em comparação com os 12 meses imediatamente anteriores. Considerando apenas janeiro de 2022 ante janeiro de 2021, o avanço registrado foi de 94%. Todas as regiões tiveram aumento, sendo o estado de Santa Catarina, que na variação móvel (12 meses) foi o que mais contribuiu, com procura 167% maior.

A procura por antigripais apresentou crescimento impressionante. Levantamento feito pela InterPlayers, o hub de negócios da saúde e bem-estar, mostra que, de fevereiro/2021 a janeiro/2022 a venda de remédios para combater gripes e resfriados cresceu, em média, 97% na comparação com os 12 meses imediatamente anteriores, ou seja, fevereiro/2020 a janeiro/2021. Considerando apenas janeiro de 2022 ante janeiro de 2021, o avanço registrado foi de 94%.

Ainda de acordo com a pequisa da InterPlayers, baseada em números do próprio banco de dados, a maior contribuição vem do estado de Santa Catarina, que na variação móvel (12 meses) apresentou procura 167% maior. O mesmo aconteceu em Paraná e São Paulo. O primeiro registrou variação anual de 137% e o segundo, 122%.

“Entre os fatores que influenciaram essa elevação, podemos listar o avanço de casos de Covid-19 ocorrido no 1° semestre de 2021 e também o surto de infecções por H3N2, iniciada em novembro do ano passado e que se estendeu até o mês de fevereiro. Situação atípica, pois os casos de gripe são mais comuns durante o inverno”, comenta Ilo Souza, gerente de Inteligência Comercial, da InterPlayers.

Segundo informações do Instituto Butantan, casos de infecção pelo H3N2, um subtipo do vírus influenza A, espalharam-se pelo Brasil e se tornaram epidêmicos em vários estados, com aumento, inclusive, no número de hospitalizações. A instituição confirma que a baixa cobertura vacinal pode ter sido um dos motivos para o fenômeno fora de época. O objetivo da campanha de vacinação, entre abril e setembro, era atingir 90% do público-alvo. Mas apenas 72,1% procuraram os postos para receber a imunização.

A nova campanha de vacinação disponível no sistema único de saúde conta com a Influenza trivalente contra cepas H1N1, H3N2 e tipo 2, produzida pelo Butantan.

Demanda por antigripais

Crescimento comparando janeiro/21 com janeiro/22 (YTD: Acumulado do ano até no mês corrente): 94%
Crescimento nos últimos 12 meses, comparado ao mesmo período no ano anterior (VARIAÇÃO MOVEL): 97%

Estados que apresentaram maior aumento e maior recuo da procura:

UFVAR YTDVAR MOV
PR376%137%
SP335%122%
RJ108%118%
SC49%167%
BA-20%82%
CE-93%26%

*Ranking baseado na variação YTD

Fonte: InterPlayers

Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!

You may like

In the news
Leia Mais
× Fale com o ViDA!