Palavra de Especialista

Cuidados especiais com a pele no inverno

As temperaturas despencaram em todo o Brasil esta semana e com elas, as inúmeras consequências que o inverno traz à saúde do corpo e da pele. Há quem goste do clima frio, mas uma coisa é certa: ele não faz nada bem à pele. A falta de umidade no ar, o vento gelado e os banhos mais quentes e demorados, entre outros fatores que acompanham as temperaturas baixas, contribuem para a perda da oleosidade natural da pele, principalmente a do rosto, que fica mais exposta a tais agressões.

Com essa exposição, ocorrem rachaduras, escamações e vermelhidão na face e em outras áreas do corpo, seguidas de ardor, e, às vezes, até de coceira. O resultado é o aspecto envelhecido da pele e, na maioria dos casos, o incômodo persistente. Diante de tais danos, é necessário adotar alguns hábitos para driblar o efeito do inverno sobre a pele.

Nesta época, é comum tomar banhos mais quentes. Mas o que as pessoas devem saber é que essa prática provoca uma remoção da oleosidade natural de forma mais intensa, diminuindo o manto lipídico que retém a umidade da pele. “Mesmo nos dias mais frios, o ideal é que se evitem ao máximo os banhos quentes. O sabonete retira camadas protetoras da pele, e por isso, deve ser evitar o seu uso excessivo também. Outra dica é usar o hidratante logo após o banho, pois ajuda na penetração do creme”, explica a dermatologista Gabriella Albuquerque, da Sociedade de Dermatologia do Rio de Janeiro (SBDRJ).

Uso do hidratante correto

Durante este período a umidade do ar fica menor e as temperaturas mais baixas levam à diminuição na transpiração corporal. Esses fatores fazem com que a pele fique mais seca. Para evitar os sintomas de ressecamentos da pele, a especialista recomenda ainda que o hidratante utilizado seja prescrito por um dermatologista, que está apto para orientar o creme mais indicado para cada tipo de pele. “Existem poucas evidências na literatura de que alguns alimentos possam realmente melhorar a hidratação da pele. Mas o uso de suplemento com base de peptídeos de colágeno pode aumentar a produção de ácido hialurônico no organismo, o que permite o aumento da hidratação na derme”.

A dermatologista explica que o ácido hialurônico é uma substância naturalmente presente no organismo humano, uma molécula de açúcar que atrai a água e pode atuar como um lubrificante e absorver choques em partes móveis do corpo como as articulações. Do ácido hialurônico no nosso corpo, 56% dele está na pele, onde ele atua preenchendo o espaço entre as células, o que a mantém lisa, elástica e bem hidratada. Porém, com o tempo, sua concentração na pele diminui o que causa o aparecimento de rugas e também seu ressecamento.

Para além da estética, a importância de se manter a pele hidratada está relacionada também a preocupação com a saúde. Isso porque a perda do manto lipídico da pele por conta do ressecamento permite que a pele esteja mais vulnerável a infecções fungicas, bactérias e virais ou alergia da pele. Por isso, doenças como Dermatite seborreica, Dermatite atópica, Psoríase e Ictiose vulgar são, comumente, relacionadas com o inverno.

Cuidados para manter a pele hidratada e saudável

Confira as dicas de cuidados e produtos ideais do dermatologista e consultor da Netfarma, Maria Paula Del Nero, para manter apele permanentemente hidratada, principalmente nas estações frias do ano.

Não abra mão do protetor solar: Muitas pessoas acham que esse item é dispensável na ausência de sol ou calor, mas, na realidade, o que ocorre é exatamente o contrário. “O uso do protetor solar é imprescindível em qualquer época do ano, pois além de filtrar o efeito da radiação ultravioleta (UV), ele oferece uma camada a mais de hidratação à pele. E para o rosto, tanto no frio quanto no calor, deve-se utilizar um fator de proteção maior do que 15”, salienta Dra. Maria Paula.

Evite banhos muito quentes e prolongados: Os minutos a mais no chuveiro, principalmente em água com temperatura superior à do corpo, ou seja, acima de 36,5ºC, podem retirar a camada de gordura da pele, que também tem efeito protetor e mantenedor da oleosidade natural. “Esse ressecamento provocado pelos banhos quentes é ainda mais agudo quando combinado ao uso excessivo de sabonetes”, comenta a consultora da Netfarma.

Use o sabonete corretamente: Tanto a aplicação demasiada quanto a escolha inadequada do tipo de sabonete a ser usado no invernopodem irritar e ressecar a pele. “Para pessoas com a pele naturalmente seca, são indicadas as formulações neutras, glicerinadas, hidratantes, compostas por óleos vegetais ou as versões líquidas, que tendem a ser menos ácidas e, portanto, menos agressivas”, afirma a dermatologista.

Hidrate bem a pele após o banho: Em geral, os hidratantes e loções devem ser aplicados logo após o banho, quando os poros estão abertos e, portanto, os produtos podem agir com mais eficiência. “Para que o hidratante penetre profundamente na pele, por meio da movimentação das estruturas mais superficiais da pele, deve-se aplicá-lo, no máximo, até três minutos depois de sair do chuveiro”, recomenda.

Fuja dos tecidos alérgicos: Algumas roupas e até cobertores podem colaborar para o ressecamento e irritação da pele. O destaque vai para as peças produzidas com tecidos sintéticos, pois esses não oferecem boa transpiração e deixam o suor na pele, o que também pode eliminar a barreira de proteção da derme. Logo, ocorre a vermelhidão, sensibilidade e o ressecamento. “Os tecidos que melhor absorvem o suor são os naturais e o Dry Fit”, conclui.

Produtos  como os da linha Bepantol® Derma prometem ajudar na hidratação, por serem ricos em pró-vitamina B5, que repõem a água e auxiliam na renovação natural da pele. O Bepantol®Derma Solução Spray, pode ser usado no rosto e corpo e, com apenas algumas borrifadas, auxilia a repor a água perdida de forma rápida e prática. Já o Bepantol® Derma Creme é indicado para hidratar as áreas mais ressecadas e de atrito constante, como pés, joelhos, cotovelos e calcanhares.

Confira o que pode e o que não se pode fazer nesta época do ano:

bepantol

Não pode 

  • Banho muito quente e demorado: a água em temperatura elevada remove a camada protetora da pele, contribuindo para o ressecamento. A recomendação é tomar o banho com a substância a uma temperatura no máximo morna (de até 35ºC).
  • Dormir com o cabelo molhado: a umidade do couro cabeludo favorece o aparecimento de caspas e ainda aumenta as chances de gripe e resfriados.
  • Lábios ressecados: além da má aparência, eles podem prejudicar a textura do batom na boca. Um erro muito comum é umedecer os lábios com a saliva, pois o seu pH é mais ácido que o da pele e favorece ainda mais o ressecamento.

bepantol5 bepantol6

  • Pode bepantol2
    • Beber bastante água: hidratar o corpo de dentro para fora é o primeiro passo para um corpo saudável.
    • Alimentação balanceada: alimentação saudável, rica em diferentes tipos de vitaminas e nutrientes é essencial para o bom funcionamento do corpo. Ela contribui para ter uma pele saudável e bonita.
    • Produtos de hidratação: devem ser usados diariamente e no inverno a atenção deve ser redobrada.

    Época ideal para cuidar da pele

    Se a temperatura baixa exige maiores cuidados com a hidratação da pele, ela, por outro lado, torna o inverno uma boa época para realizar alguns tratamentos estéticos que requerem que o paciente evite a exposição ao sol. “O inverno é a melhor época para cuidar da pele. Indico para essa estação, peeling, tratamento a laser, Botox e preenchimento”, afirma Gabriela.

    Peeling

    O peeling é um procedimento indicado para amenizar marcas e manchas na pele. Seu processo envolve a remoção de células mortas e prioriza suavizar as alterações decorrentes do envelhecimento da pele, contribuindo em seu aspecto saudável e a  melhora da sua aparência. É um procedimento abrasivo que remove uma fina camada da pele. Esta camada se regenera e recebe um novo aspecto, devido às novas células que foram estimuladas a se reproduzir.

    Botox
    O Botox para uso estético é indicado para suavizar as rugas e linhas de expressão do rosto. Entre as linhas tratadas estão as rugas da testa, a glabela (espaço entre as sobrancelhas) e, os pés de galinha, rugas que se formam na região dos olhos. A principal motivação para este tratamento estético é o incômodo gerado pelas rugas ao paciente.

    Preenchimento
    O preenchimento é um procedimento realizado para repor volumes que se perdem e reparar imperfeições adquiridas ao longo da vida, como as cicatrizes. O principal objetivo dos preenchedores é repor o volume da face, melhorar seus contornos e formas.

    Tratamento a laser
    Procedimentos com laser podem ser adotados para o combate a rugas e queda de cabelo e remoção de manchas, vasos, acnes, olheiras, pelos, tatuagens e gorduras.

    Da Redação, com assessorias

     

Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!
Shares:

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *