Em mais um mês de luta e conscientização no combate ao câncer, desta vez, a bandeira está na cor azul, com campanhas e informações sobre o câncer de próstata. Assim como em outros tipos da doença, se o diagnóstico for realizado em fases iniciais, a taxa de sucesso é acima de 90%, de acordo com o Instituto Brasileiro de Controle do Câncer (IBCC). Mesmo que o diagnóstico seja apresentado com antecedência, o tratamento acaba se tornando inevitável, por mais difícil que ele pareça ser.

Para muitos pacientes, o conforto de uma pessoa ou visita especial faz toda diferença quando o assunto é esperança. Há 15 anos, Cristiano Zanetta, mais conhecido como o ‘Batman do Brasil’, é um grande exemplo de reinvenção dessas ações que atendem homens, mulheres, crianças e jovens em tratamento contra o câncer e no estágio de depressão que costuma atingir os pacientes, por hospitais de todo o país.

“Todo tratamento contra o câncer é necessário e às vezes, o paciente não enxerga que isso pode salvá-lo. Então, meu trabalho é fazer com que ele recupere essa força e continue lutando com o tratamento para combater a doença”, completa Cris, que lembra que foi a única pessoa do Brasil a entrar em hospitais mesmo durante a pandemia.

Divulgação/ Arquivo pessoal

 

Força para enfrentar a depressão

A história de vida de Cristiano começou a ser definida a partir de suas vivências na infância, entre elas, um incêndio dentro de sua casa, o diagnóstico da dislexia, três cânceres enfrentados pelo seu pai e o câncer de sua mãe. Diante disso, o trabalho social começou após uma promessa de Cris ao seu pai em motivar pessoas a continuarem lutando pelas suas vidas, utilizando a armadura do Batman, pois entendeu como o herói lidava com seus desafios.

“O Batman é mais que um vigilante ou herói. É um símbolo de esperança que serve para recompensar a fé das pessoas e mostrar que qualquer um pode fazer a diferença em uma situação de caos”, detalha Zanetta. Durante o primeiro tratamento de seu pai, Cris, conversando com os médicos, descobriu que a depressão está entre um dos estágios do tratamento contra o câncer.

“Ao todo, são cinco estágios que o paciente vai enfrentar durante o tratamento, que são a negação, raiva, barganha, depressão e a aceitação. Nosso trabalho é fortalecer, nesse estágio da depressão, a persistir com os cuidados e mostrar que existe esperança para aquela pessoa”, detalha Zanetta, que se refere aos cinco estágios descritos no livro “Sobre a Morte e o Morrer”, 1969, de Elisabeth Kubler-Ross, pioneira no campo de cuidados paliativos.

Trabalho social na área oncológica de hospitais

Cristiano Zanetta de Matos trabalha em suas palestras aspectos que promovem autonomia, liderança e uma ruptura com a forma de pensar habitual, voltadas para empreendedores, vendedores, empresários e outros setores que precisam de resultados a partir da ação da equipe envolvida.

Essa capacidade veio da experiência com o trabalho social que realiza em áreas oncológicas de hospitais de todo país, em que há necessidade e urgência de trazer às pessoas atendidas uma nova forma de pensar, de ver a vida e de agir. Muitas vezes, a mudança trabalhada por ele envolve o enfrentar de momentos extremamente difíceis, de uma forma corajosa e decidida.

Cristiano Zanetta é membro convidado da Oncologia do Hospital São José/SC, condecorado pelo Exército Brasileiro e palestrante do TEDx e Fator X. Alia experiência, conceitos estudados e metodologia única por ele desenvolvida, para capacitar pessoas por meio de ação, motivação e de um raciocínio operacional que considera o emocional de cada um, evidenciando pontos a fortalecer e o conhecimento sobre si e sobre o entorno.

Cristiano ainda tem 108 mil seguidores no Instagram, sendo o único ‘Batman do Brasil’ a ser verificado pela rede social. Já no Tiktok, Zanetta tem mais de 95 mil seguidores e a marca de 1 milhão de curtidas em seus conteúdos. Seu site possui mais informações sobre seu trabalho https://www.cristianozanetta.com.br/.

Leia mais no Especial Novembro Azul
Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!
Shares:

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *