Palestra gratuita sobre doenças causadas pelo Aedes

A estação mais quente do ano reforça o alerta para doenças transmitidas pelo Aedes aegypti. Os sintomas são bastante parecidos. A febre alta é o primeiro sinal da dengue e da chicungunha que se diferem pela apresentação de dores no corpo e inchaço nas articulações, respectivamente. Já a zika pode ocasionar febre baixa e se destaca pelas manchas na pele e coceira no corpo.

O combate à proliferação dos ovos do mosquito vetor da dengue, kika e da chicungunha e o tratamento de pessoas contaminadas serão abordados pelo Programa Viver Bem, no Hospital Quinta D’Or, durante  palestras gratuitas que acontecem nesta segunda e terça-feira, dias 30 e 31 de janeiro, às 15h, em São Cristóvão.

“Vamos apresentar as principais diferenças para que haja um diagnóstico precoce ressaltando a importância da busca por atendimento médico em caso de suspeita. osso objetivo é conscientizar a população sobre a responsabilidade de todos para a identificação dos possíveis criadouros e a eliminação de larvas do mosquito”, explica Flávia Cohen, médica da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar do Quinta D’Or, e palestrante do evento.

A ação, gratuita e aberta ao público, faz parte do Programa Viver Bem, da Rede D’Or São Luiz, que há nove anos oferece palestras educativas sobre prevenção e qualidade de vida para a comunidade. O Programa Viver Bem conta com especialistas de diversas áreas de atuação para debater e tirar dúvidas sobre assuntos atuais na área de saúde e bem-estar. As vagas são limitadas e podem ser feitas pelo telefone (21) 3461.3515 ou pelo e-mail marketing@quintador.com.br.