Outubro Rosa: saiba como fazer mamografia de graça no Rio

Exame feito no Rio Imagem ajuda a identificar câncer de mama e acelerar tratamento (Foto: Maurício Bazilio)

Exame feito no Rio Imagem ajuda a identificar câncer de mama e acelerar tratamento (Foto: Maurício Bazilio)

Esse mês se comemora o Outubro Rosa, o movimento mundial que visa chamar a atenção para a prevenção do câncer de mama.  A mamografia é o exame mais importante na luta contra a doença e deve ser realizada a cada dois anos em mulheres com idade entre 50 e 69 anos, segundo indicação do Ministério da Saúde.

A Secretaria de Estado de Saúde, através do Rio Imagem, disponibiliza mensalmente cerca de 6 mil vagas para a realização do exame, mas muitas mulheres não comparecem às consultas. De cada 10 pacientes que têm mamografias agendadas, 5 não comparecem ao procedimento. A alta taxa de desistências preocupa, já que a doença responde por cerca de 25% dos casos novos de câncer a cada ano.

“Felizmente conseguimos retomar 100% dos serviços do Rio Imagem e colocar todos os exames à disposição da população. A realização da mamografia não é uma atribuição do Estado, mas mesmo assim estamos atendendo toda a demanda que chega para nós. Não temos pacientes aguardando vaga. As mulheres encaminhadas ao Rio Imagem levam em média, 15 dias para agendar a mamografia e após se submeterem ao procedimento, o resultado sai em até 7 dias. Caso seja preciso fazer uma biópsia, a paciente é encaminhada automaticamente a realizar lá mesmo o procedimento. É uma corrida contra o tempo, por isso o diagnóstico precoce é tão importante”, ressalta o secretário de saúde do Estado, Luiz Antonio Teixeira Jr.

Hospital particular oferece 60 exames de graça

O Hospital Fundação do Câncer, da rede particular no Méier, também anunciou que oferecerá 60 mamografias gratuitas a mulheres acima de 40 anos e que não possuem plano de saúde. A ação faz parte da campanha mundial para conscientizar sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama, que aumenta consideravelmente as chances de cura da doença.

A marcação do exame pode ser feita pelo telefone 2241-9695. Pela página do Facebook do Primavera Rosa —www.facebook.com/primaverarosa2017 — também é possível fazer uma pré-inscrição e aguardar o contato telefônico para a confirmação do agendamento. O atendimento será feito às segundas, terças e quintas-feiras, a partir do dia 9 de outubro, na unidade localizada na Rua Aristides Caire, 27 – Méier. Só serão realizados exames pré-agendados.

Exame a cada dois anos

O câncer de mama é o mais comum entre as mulheres no Brasil e no mundo. Depois do câncer de pele não melanoma, o de mama responde por cerca de 25% dos casos novos a cada ano. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), só no ano passado, a previsão era mais de 57 mil novos casos de câncer de mama no Brasil.

A indicação do Ministério da Saúde é que a mamografia de rastreamento seja realizada a cada dois anos em mulheres entre 50 e 69 anos. Mas em casos específicos, como casos da doença na família, a recomendação dos médicos é que a avaliação seja feita antes dos 35 anos. Além disso, o Ministério também preconiza que o tempo entre a detecção da doença e o início do tratamento seja de até 60 dias.

“Quando detectado em fases inicial, há mais chances de tratamento e cura. O autoexame também é muito importante. A paciente precisa observar qualquer sintoma fora do comum e conversar com o seu médico. A mamografia é o principal método de triagem para detectar precocemente os tumores de mama. Por isso o médico deve fazer o alerta e explicar ao paciente a importância de realizar esse exame”, afirma Bruno Kozlowisk, chefe de ginecologia do Hospital da Mulher Heloneida Studart, em São João de Meriti.

De acordo com o diretor do Hospital Fundação do Câncer, o mastologista Carlos Frederico Lima, o câncer de mama é um tumor curável em até 98% dos casos, se detectado na fase inicial, reduzindo significativamente a necessidade da mastectomia (retirada dos seios), tão temida pelas mulheres.

“Somente o exame de mamografia pode mudar a curva da doença. Uma das barreiras para a detecção precoce do câncer de mama é o medo. Nosso intuito com a campanha é fazer com que as mulheres não tenham receio do exame e não demorem a procurar orientação médica”, diz.

Pesquisas científicas mostram que o desenvolvimento de até 13 tipos tumores está relacionado a hábitos comportamentais. “A ideia é mostrar que, com a adoção de medidas simples no dia a dia e acompanhamento regular de um especialista, é possível reduzir significativamente a incidência do câncer de mama”, concluiu o mastologista Carlos Frederico.

A recomendação da Fundação do Câncer é a realização da mamografia de rastreamento (quando não há sinais nem sintomas) em mulheres entre 40 e 69 anos, ou antes dessa faixa etária caso haja histórico familiar de câncer de mama ou a indicação de um profissional de saúde a partir de um exame clínico.

Passo a passo para realizar a mamografia na rede estadual de saúde

Os exames são agendados pelos municípios, que têm acesso ao sistema e fazem a marcação direta no sistema do Rio Imagem. Eles são responsáveis também por inserir os dados do paciente online. “O município agenda diretamente no sistema online de marcação de exames do Rio Imagem. As unidades acessam o sistema e fazem a marcação do exame. Além disso, embora o Rio Imagem esteja entregando todos os exames online, a mamografia é entregue em mãos e as pacientes recebem o laudo impresso e os filmes com os exames. Esse resultado sai em até 7 dias”, explica a coordenadora do Rio Imagem, Rivana Donola Ferreira.

 

1 – É preciso procurar uma unidade básica de saúde (Clínica da Família, Posto de Saúde, etc.). Durante a consulta com um médico, ele irá avaliar e após examinar a paciente vai solicitar o exame, se necessário.

2 – Com o pedido em mãos, a paciente deverá solicitar que a própria unidade básica realize o agendamento de exame, que é feito direto pela unidade no sistema do Rio Imagem. O prazo para o agendamento é de até 15 dias.

3 – O paciente realizará o exame na data marcada e dentro de até 7 dias o resultado estará disponível para ser retirado na unidade.

5 – Caso o resultado do exame aponte a necessidade da realização de uma biópsia, a equipe do Rio Imagem fará contato com o a paciente para agendar uma data para o procedimento, que é feito no próprio Rio Imagem.

6 – Após a realizar a biópsia, em até 20 dias a paciente poderá retirar o resultado e estará com o diagnóstico em mãos para dar início ao tratamento, caso seja confirmado o câncer.

 

 

 Sobre a Fundação do Câncer

 A Fundação do Câncer é uma instituição privada e sem fins lucrativos que, há mais de 25 anos, realiza ações estratégicas para o controle do câncer no Brasil por meio de programas e projetos em promoção da saúde, prevenção, diagnóstico precoce, educação e pesquisa. Tem atuação direta na assistência com o Hospital Fundação do Câncer, no Rio de Janeiro, que foi projetado para ser um centro de referência em oncologia no país. A unidade oferece atendimento humanizado e tecnologia de ponta, com estrutura de serviços disponível em um só lugar.

Na área de educação, a Fundação é responsável pelo desenvolvimento do Programa Nacional de Formação em Radioterapia, em parceria com a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) e o Instituto Nacional de Câncer (Inca), contemplado no âmbito do Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica (Pronon), do Ministério da Saúde.

A instituição também tem parceria com o Inca no Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome) e no projeto de expansão da Rede Brasileira de Bancos Públicos de Sangue de Cordão Umbilical e Placentário (Rede BrasilCord), e com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) no Programa de Oncobiologia.

Fonte: Fundação do Câncer e SES-RJ