O doce resgate das brincadeiras de rua

 

Tenho uma cicatriz no joelho direito que não me deixa esquecer: eu fui criança um dia. E na minha época, ser criança saudável significava brincar na rua livremente com os amigos. E se caísse, machucasse… ah, fazia parte!  Crianças de hoje em dia não brincam mais – ou não sabem brincar – como a gente sabia. Em cidade grande então, nem pensar. Ainda tem a questão da segurança.

Mas uma iniciativa superbacana promete resgatar brincadeiras de rua, como peteca, pega-pega, pique-esconde, amarelinha… A Olimpíada de Brincadeiras Populares pretende levar a várias partes do Rio esses e outros passatempos, promovendo um resgate afetivo das memórias infantis.

As atividades começam no dia 1º de julho, no Palácio do Catete e terminam com uma grande ação, na Quinta da Boa Vista, no dia 25 de setembro. A iniciativa é patrocinada pela Secretaria de Cultura do Município do Rio de Janeiro – através do Circuito Cultural/Passaporte Cultural.

Ao todo, nove bairros vão receber a Olimpíada de Brincadeiras Populares, que contará com três dias de atividades que incentivam a integração das crianças umas com as outras e também com seus familiares.

Recreadores e até uma  contadora de histórias vão incentivar o brincar e as inteirações. Tem espaço para relaxamento e leitura, para panelinhas e cavalinhos – quebrando paradigmas das ‘brincadeiras de meninos e de meninas’, espaços para brincadeiras que exercitem a coordenação motora e para jogos que estimulam o raciocínio sistêmico.

“O projeto surgiu a partir de uma queixa da minha filha, que reclamava por que não brincávamos mais, porque eu não a ensinava brincadeiras da minha infância”, relembra a idealizadora da Olimpíada de Brincadeiras Populares, Denise Andrade. “Eu não esperava isso, então pensei em um projeto em que os pais pudessem brincar com seus filhos”, complementa.

Confira a agenda da Olimpíada de Brincadeiras Populares

• Dias 1, 2 e 3 – Palácio do Catete (área de diversão externa – parquinho), dia 01 e 3 de 9h às 13h, e dia 2, das 13h às 17h.

• Dias 8, 09 e 10 – Parque Guinle (Laranjeiras), de 9h às 13h.

• Dias 15,16 e 17 – Praça Corumbá (Santa Marta/Botafogo), das 9 às 13h.

• Dias 22, 23 e 24 – Palácio do Catete (área de diversão externa – parquinho), das 13h às 17h.

• Dias 29, 30 e 31 – Praça Corumbá (Santa Marta/Botafogo), das 13h às 17h.

Obs: Ah, sobre a minha cicatriz? Foi brincando de queimada na rua. E a sua? Conte pra gente uma lembrança das brincadeiras que marcaram a sua infância.