Dia do Bem leva ações a antigo lixão na Baixada

Famílias da comunidade de Jardim Gramacho vivem em casebres construídos de papelão e madeira (Foto: Divulgação Geid)

Famílias da comunidade de Jardim Gramacho vivem em casebres construídos de papelão e madeira (Foto: Divulgação Geid)

Na comunidade Jardim Gramacho, em Duque de Caxias, Baixada Fluminense, famílias inteiras sobreviviam catando lixo. Com o fim do aterro sanitário, o antigo Lixão de Gramacho foi totalmente abandonado e os moradores perderam sua única “fonte de renda”.  Ali “residem” mais de 500 famílias em condições muito abaixo da linha da miséria, algumas em casebres de madeira e papelão.

A comunidade está dividida por um valão. A área mais próxima do acesso à comunidade é a mais assistida. Já as famílias lotadas após o valão ficam totalmente desguarnecidas de qualquer auxílio. E é justamente este o público que o projeto Dia do Bem quer atender.  Neste domingo (5 de novembro), a partir das 8h, o local recebe mais de 200 voluntários, entre profissionais de saúde (médicos, enfermeiros e dentistas), advogados, assistentes sociais e outros profissionais, em um verdadeiro mutirão social de atendimento.

Divididos em grupos de ação, eles vão distribuir cestas básicas, kits de higiene, água mineral e kits infantis com lanche para as crianças, além de roupas e calçados. Cabeleireiros voluntários para corte de cabelo, barba e higiene pessoal foram mobilizados na ação.  Um grupo de profissionais, formado por assistentes sociais, servidores públicos e advogados, vai oferecer assistência jurídica e social com o objetivo de auxiliar a obtenção de documentos para essa população e prover o acolhimento social. Além da carteira de trabalho e identidade, certidões de nascimento que muitas vezes são escassas se perderam ou nunca foram tiradas.

A ação é realizada pelo Grupo de Estudos Integrais Demétrius (Geid), uma organização que oferece à comunidade, ensinamentos e tratamentos espirituais, por meio da mediunidade responsável e gratuita.  Vários profissionais de saúde vão fazer o atendimento emergencial da comunidade e o GEID Viva, trabalho realizado com apoio do CVV Comunidade, dará apoio e acolhimento emocional. De acordo com os organizadores, o Projeto Dia do Bem tem apoio ainda da Aeronáutica, que cederá as tendas onde os profissionais farão o atendimento.

O Dia do Bem é um projeto de cunho social direcionado ao atendimento das comunidades mais carentes da Região Metropolitana do Rio de Janeiro. De caráter itinerante, terá seu primeiro atendimento no Jardim Gramacho. Depois da grande ação social deste domingo, um cronograma de visitas regulares será montado para que as oficinas profissionalizantes sejam implantadas. Muitos profissionais especializados, todos voluntários, vão participar dos mutirões, inclusive para reconstrução das casas como pedreiros, engenheiros, eletricistas, pintores etc.